Qualidade garantida: SGS descarta contaminação pela água

A procura por atendimento médico no Plantão da Santa Casa de Caridade e nos postos de saúde aumentou muito nos últimos dias. A grande maioria dos casos envolve crianças e adolescentes que sofrem com vômitos e diarreias. A grande incidência de eventos deste tipo é muito comum para esta época do ano.
As viroses de verão acontecem, na grande maioria dos casos, pela ingestão de alimentos mal limpos e conservados. Nas crianças, outra causa provável é a falta de higienização das mãos antes de tocar nos alimentos e levá-los à boca.
Com as temperaturas próximas aos 37 graus a multiplicação dos micro-organismos acontece mais rapidamente e libera toxinas que provocam os sintomas das intoxicações alimentares e em casos específicos mais graves até à hepatite. Os sintomas duram em média 3 dias e o tratamento é simples, sendo auxiliado pelo consumo do soro caseiro. 
Geralmente com o aumento dos casos, vem à tona o boato de que a contaminação poderia ocorrer por conta do consumo da água distribuída no sistema. A São Gabriel Saneamento descarta esta possibilidade: “Garantimos a potabilidade da água. Inúmeras análises são realizadas por mês, em diferentes pontos do sistema de distribuição não só pela empresa mas também por órgãos fiscalizadores como a Vigilância Sanitária. Na estação de tratamento, o monitoramento é feito de hora em hora", afirma Etiel da Silva Pereira, Químico responsável técnico da SGS.
Outro alerta é para o perigo no consumo de águas de bicas, fontes alternativas e até mesmo pela ingestão de águas de piscinas comunitárias, rios, sangas e açudes, mesmo que em pequenas quantidades. Rodolpho Toninello, Coordenador Técnico e Operacional da São Gabriel Saneamento, diz que: “Nesta época do ano, devido às altas temperaturas, aumenta a utilização de rios para se banhar aos finais de semana e é nessas águas, com alta turbidez, que os micro-organismos se proliferam rapidamente. Estas águas não tratadas, se ingeridas pelo ser humano via oral ou através de alimentos mal lavados, vão ocasionar doenças como as viroses”, finaliza.

Para evitar as viroses siga estas importantes dicas:

Dicas

- Beba água tratada
- Lave sempre as mãos.
- Limpe bem utensílios e superfícies como tábuas de corte e facas.
- Beba muita água.
- Cozinhe bem os alimentos. Temperaturas acima de 74ºC eliminam os micro-organismos causadores das intoxicações.
- Após a refeição ou preparo dos alimentos, conserve-os em geladeira, mesmo que ainda estejam quentes. A temperatura da geladeira deve estar entre 4 a 10ºC.
- Descarte os alimentos preparados depois de dois dias de geladeira.
- Observe se os atendentes de restaurantes e barracas ambulantes lavam as mãos constantemente. Quem manipula alimentos não deve receber o dinheiro.
- Picolés e sorvetes não devem ter cristais de gelo na superfície
nem do pacote (externo).
- Evite a automedicação.

Comentários