Gussil: Prefeitura apresenta documentos que comprovam pagamentos feitos via judicial e diretamente

A Procuradoria Jurídica do Município de São Gabriel informou durante reunião com representantes de ex-funcionários da empresa Gussil, no Salão de Atos da Prefeitura Municipal, na manhã desta terça-feira (04/02), que o governo repassou mais de R$ 4,1 milhões para a terceirizada no período de 2013. O contrato com a prestadora de serviços foi encerrado em novembro do ano passado.
O procurador jurídico esclareceu dúvidas e mostrou documentos que comprovam o que está sendo feito pela Prefeitura Municipal para minimizar a situação dos trabalhadores demitidos. Segundo ele, o governo municipal efetuou o depósito de metade do valor do 13º e de salários de novembro diretamente na conta dos funcionários, mesmo após negativa da Justiça do Trabalho. A decisão teve o propósito de salvaguardar um acordo firmado com representantes dos funcionários e avalizado pelo Sindicato Intermunicipal dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação e Serviços Terceirizados do RS, em dezembro, também na Prefeitura Municipal.
Abib disse que o governo municipal efetuou os pagamentos suficientes para pagamento dos funcionários, em média de R$ 418 mil por mês, quando a folha líquida não ultrapassava R$ 160.000,00
Após a reunião, o procurador jurídico conversou, por telefone, com o advogado da empresa para viabilizar a liberação do FGTS e do seguro desemprego dos funcionários, o que já estava sendo feito e ocorrerá nos próximos dias.
O Procurador do Município informou que está providenciando junto a Secretaria da Fazenda mais recursos para depositar judicialmente, porém, exige que a empresa coloque em dia o pagamento do FGTS e INSS dos funcionários, que não podiam estar atrasados.
Os funcionários saíram satisfeitos da reunião e agradeceram as informações claras e precisas repassadas a eles, disseram apenas estarem preocupados em relação a ação movida pelo sindicato contra a empresa Gussil, que é de Porto Alegre e não dá um suporte local adequado.

Comentários