São Gabriel fica no empate na estreia do Gauchão

Serjão (9) deixou sua marca de artilheiro e salvou equipe da derrota
Não teve quem não sentisse alegria na tarde deste domingo, 23. com este saudado e aguardado retorno após 3 anos. Os cantos da torcida, o xingamento ao juiz, enfim todos os ingredientes do futebol profissional e competitivo estavam de volta ao Sílvio de Faria Corrêa com o retorno do agora Esporte Clube São Gabriel, o time mais novo do Brasil e que enfrentava o mais velho na abertura do Campeonato da Segunda Divisão do Gauchão.

Um grande público compareceu a partida neste domingo




Fúria Jovem deu um show à parte
Cerca de 3 mil pessoas, segundo estimativas da Brigada Militar, foram ao Estádio com um só objetivo: começar com vitória na caminhada rumo ao lugar que o São Gabriel merecesse, ao lado dos principais clubes do RS.

Hasteamento das bandeiras feito pelas autoridades

A solenidade foi aberta com o hasteamento das bandeiras pelo Prefeito Roque, vice Evandro e pelo Presidente da Câmara, Marcos Vieira.
Após, a partida teve início num clima de euforia e expectativa. E foi assim, empurrado pela sua torcida que o São Gabriel partiu para cima, mas esbarrava, ora na equipe bem fechada do Rio Grande, ora na cera feita pelo experiente e conhecido goleiro Luciano.

Goleiro Luciano fez muita cera na partida

Entretanto, foi do São Gabriel as duas principais chances da primeira etapa, uma pelo atacante Lucas Mendes, de grande atuação na primeira etapa, que tocou na saída de Luciano mas a bola passou raspando, e a outra na excelente cobrança de falta de Rodrigo Serena onde o experiente goleiro tocou para escanteio.
Entretanto, na etapa final, a equipe treinada por Julio Batisti, silenciou o municipal quando, após rebatida da zaga, Fabiano logo a 1 minuto abriu o placar.
Para reagir coube ao técnico gabrielense, Carlos Moraes, fazer mudanças, visto que Lucas Mendes, muito marcado pouca fazia, e apenas o lateral Raphinha leva perigo com seus cruzamentos, onde por duas vezes, os atacantes perderam gols na pequena áreas. Entretanto, as entradas do estreante Marcelinho Pastel e Guilherme Lopes, no lugar de Rafael Gevehr e Rafael Lima, respectivamente, deram um "novo gás" a equipe, principalmente pelo ingresso do primeiro.
E, aos 45 minutos, o centroavante Serjão mostrou sua estrela de matador ao pegar uma sobra e meter no ângulo, garantindo o primeiro ponto do E. C. São Gabriel em sua história. Festa no Estádio Municipal e final de jogo, 1 a 1. 

Agora, o São Gabriel enfrentará o Sapucaiense na próxima quarta-feira (26), às 15h30min, em Sapucaia do Sul. E no domingo, 30, volta a jogar em casa, desta vez contra o Bagé, às 18h15.
Para o jogo desta quarta, o técnico Carlos Moraes, informou que aguarda pela situação do meia Jean Costa, que está buscando sua condição legal de jogo junto a equipe do AC Beerschot, da Bélgica, e pode ser um reforço para equipe gabrielense na partida.

FICHA TÉCNICA
SÃO GABRIEL (1) - Anderson; Vagner, Ronan, Raphinha e Rodrigo Serena; Edu, Rafael Lima (Guilherme Lopes), Rafael Gevehr (Marcelinho Pastel) e Marquinhos; Lucas Mendes e Serjão. Técnico: Carlos Moraes.

RIO GRANDE (1) - Luciano; Gralak, Anderson, Gustavo Dias, Tássio (Buja); Fabiano, Rafael Pelezinho, Ednei e Fernando; Léo Jaques e Leandro Hemeque (Tainã). Técnico: Júlio Batisti.

Arbitragem: Bruno Matos Criscoli, auxiliado por Solano de Oliveira e Daniel Brondani (Santa Maria)

Público total: 3 mil pessoas, segundo a Brigada Militar

Local: Estádio Sílvio de Faria Corrêa, em São Gabriel

Outros resultados: 
Chave A
Bagé 1 x 0 Farroupilha
Estância Velha x Sapucaiense (adiado). Conforme a FGF, o adiamento se deu por uma questão documental

Chave B
XV de Campo Bom 2 x 0 Associação Gabiraldi
Guarani-VA 1 x 0 Gaúcho

Confira as fotos da estreia do São Gabriel:

Comentários