Transportes atua com várias frentes de trabalho no interior do município e moradores destacam os serviços prestados

Por determinação do prefeito Roque Montagner equipes da secretaria municipal dos Transportes estão atuando em diversas localidades do interior município. O secretário Lizandro Cavalheiro informa que esta semana várias frentes de trabalho estão agindo na Grande Catuçaba. “Estamos trabalhando na região do Rincão de Santa Catarina, Faxinal, logo após nos deslocaremos para Timbaúva, Salsinho e Rincão do Claro. Outras frentes de trabalho estão na região das Três Divisas e Bela União e em Caiboaté Grande”, disse o secretário. Após o serviço será feito na região do Arvoredo, Lagões, Corredor dos Ramos e do Lajeado.

O prefeito, que tem como uma das metas principais atenção especial ao homem do campo, destaca a importância da manutenção e reparos nas estradas do interior. “É este o principal anseio dos produtores rurais, pois são necessárias condições perfeitas para a trafegabilidade de máquinas, implementos agrícolas e dos caminhões que escoam a safra, que teve início neste mês em grande parte do interior”, ressaltou.
Já o secretário Lizandro afirma que seguindo o cronograma, dependendo da situação climática, até o início da próxima semana todas as ações nestas localidades estarão sendo concluídas. Informa que a Grande Catuçaba concentra um índice enorme de produtividade em grãos para o Município, por isso está sendo feita a recuperação total das estradas, tendo como base um estudo e demarcação dos pontos com maior necessidade para receber os serviços de patrolamento e encascalhamento, o que também está sendo realizado na estrada do Cerro do Ouro e Caiboaté Grande. Posteriormente serão recuperados todos os bueiros existentes nestas localidades, contemplando de forma inovadora alguns corredores situados nas estradas vicinais, com alargamento e abaulamento das estradas, visando dar melhor mobilidade de tráfego, proporcionando assim, uma melhor vazão para as águas, principalmente em período de muita chuva. 

O QUE DIZEM OS PRODUTORES RURAIS - É notório o contentamento dos produtores rurais e moradores do interior ao receberem atenção especial da Administração Municipal. O produtor da Fazenda Bela União, Lucio Bonazza, que cultiva cerca de 1.700 hectares de soja e trigo, e cria gado, agradeceu primeiramente a construção da nova ponte naquela localidade, “pois em anos anteriores ficávamos impossibilitado de escoar a safra. Faz 10 anos que fazemos esta reivindicação”. Lúcio agradeceu ao prefeito e a equipe de trabalho da Secretaria de Transportes pela atenção à produção primária. Já plantamos em municípios como Cruz Alta e São Sepé, e, jamais tivemos estradas em condições como estão agora”, destacou Bonazza. Ele disse que “entendíamos que algumas vezes a estrada não estava em condições, por causa do grande volume de chuva, mas nem nós mesmo conseguíamos por em condições as estradas internas do nosso estabelecimento”.
O agricultor e representante da Comunidade do Rincão de Santa Catarina, Noir Portes, que em fevereiro integrou uma comitiva que apresentou diversas reivindicações em relação às estradas ao prefeito Roque, também se manifestou agradecendo a atenção e o cumprimento da promessa do prefeito durante a reunião. “Estamos agradecido, pois está sendo feito até mesmo o impossível na manutenção e reparos destas estradas. Sabemos das dificuldades de maquinário da secretaria, mas o empenho e a criatividade da administração estão superando estes obstáculos”, afirmou Portes.
A comerciante e líder comunitária Eva Eneci Hernandes, “Tuca”, nascida e residente no Cerro do Ouro, agradeceu o trabalho que está sendo realizado e foi enfática ao afirmar que, “sempre padecemos com a qualidade das estradas, era um caos principalmente no governo passado. Agora já em 2013 com o prefeito Roque começamos receber atenção, e isso está voltando a acontecer este ano. Não aceitamos alguns vereadores que vão para a Tribuna da Câmara mentir e dizer que o Cerro do Ouro não tem estrada. O empenho, esforço e trabalho desta Administração merece nosso reconhecimento profundo, pois o que nós aqui no campo mais precisamos é estradas em condições adequadas para o deslocamento até a cidade”, finalizou Tuca.

Comentários