Palavras soltas

Cecília de Assis Brasil Petrarca Figueiredo
Colunista do blog

Nada é bom ou mau até que a gente os sinta ou utilize contra ou a favor de nós mesmos. É necessário estarmos atentos e termos tranquilidade para que se encontre o ponto de equilíbrio antes de tomar posições e julgar ou acusar quem quer que seja. Mais do que tudo, é imprescindível que tenhamos muito cuidado com nossas reações impulsivas diante daquilo que não conhecemos profundamente, para que não fiquemos presos a circulos viciosos de ação e reação nos quais ninguém será beneficiado... 
A sabedoria está em relaxar e respirar profundamente antes de agir, procurando as brechas para atuar com harmonia e discernimento, valorizando o dom de saber separar o joio do trigo...
Para isso, não nos deixemos intimidar ou influenciar, caso contrário, nos perderemos definitivamente de nós mesmos, de nossa conscência e de nossa sagrada paz interior...
Deixemos que nosso coração, aliado à razão decida serenamente antes de tomarmos partido e decidirmos quem está certo ou errado; até porque, a rigor, certos e errados estamos todos nós dependendo da posição em que nos colocamos. Nada é absoluto, nada é acima do bem e do mal, para tudo existem dois lados, duas versões, duas opiniões. Infeliz daquele que se considera juiz soberano de seus semelhantes, pois no julgar existem grandes possibilidades de se errar, errar num julgamento é injustiçar e injustiçar é pecar...
E acima de tudo existe um Deus que tudo sabe e tudo vê... 
E que a gente nunca esqueça deste PEQUENO detalhe....