Comitê Intersetorial do Programa Bolsa Família lança carteira para acompanhamento de condicionalidades

Alegrete - Na manhã desta quinta-feira (22) aconteceu a solenidade de lançamento da carteira das condicionalidades de saúde do Programa Bolsa Família. O evento, realizado na UBS Vila Izabel, foi promovido pelo Comitê Intersetorial do Programa Bolsa Família, composto pelas secretarias de Assistência Social, Saúde e Educação e Cultura.
A carteira acompanhamento na área da saúde é semelhante aos cartões de vacinação e da gestante. No documento, que é pioneiro no país, serão registrados dados como peso e altura das crianças de zero a sete anos e realização de exames preventivos para mulheres de 14 a 45 anos, a serem preenchidos exclusivamente pelas unidades básicas de saúde.
Para a secretária de saúde, Maria do Horto Salbego, a carteira será uma forma de melhorar os indicadores de saúde dos beneficiários do programa. “A geração de renda que o programa traz às famílias é importante, mas também é preciso melhorar os indicadores de saúde, para que o programa tenha um reflexo de qualidade de vida aos beneficiários do Bolsa Família”, explica.
Dos 11 municípios que fazem parte da 10ª Coordenadoria Regional de Saúde, apenas Alegrete tem condicionalidades de saúde para o recebimento do Bolsa Família. Além de identificar os beneficiários do programa, a carteira garante um controle mais efetivo desta condicionalidade no momento da atualização do cadastro, que acontece duas vezes ao ano. “Esta não é apenas uma carteira, é também um compromisso, tanto do município quanto dos beneficiários do programa”, afirma Preta Mulazzani. 
Na ocasião também foi feita a entrega simbólica de 10 novas balanças do Programa Bolsa Família, sendo cinco para a pesagem de crianças e cinco para adultos. O secretário da assistência social, José Eduardo Aguiar, ressaltou a importância do trabalho integrado entre as três secretarias no Comitê Intersetorial. “Estamos combatendo as desigualdades com trabalho em conjunto e, aos poucos, estamos atingindo nossas metas”, finaliza o secretário.