Trabalho voluntariado reforma pavilhão de Escola


Colaboradores da São Gabriel Saneamento participaram voluntariamente da ação que
revitalizou espaço que será usado para atividades extraclasse de 130 crianças
Em mais uma edição do Dia do Voluntariado, funcionários da São Gabriel Saneamento participaram na manhã do último sábado, 24, do evento que formalizou o término dos trabalhos de revitalização do pavilhão anexo a Escola Brandina Mello, no Bairro Dr. Dácio, em São Gabriel/RS.
Uma parceria entre a empresa, a Prefeitura Municipal e demais voluntários estava há cerca de um mês trabalhando para transformar o espaço, que estava degradado, em uma área apropriada de estudos e outras atividades extraclasse, como danças, musicas e atividades esportivas, para cerca de 130 crianças da escola.
Na manhã de sábado, nem mesmo o frio de 5 graus assustou os colaboradores da São Gabriel Saneamento, que finalizaram o trabalho de pintura externa e das aberturas, encerrando a participação voluntária na ação que, em parceria com as Secretarias de Educação, Obras e Serviços Urbanos de São Gabriel, com a Associação de Pais e Mestres da Escola Brandina Mello, com os funcionários e alunos da Escola, com o engenheiro elétrico Rafael Rodrigues Munhoz e a comunidade local, realizou desde a reforma de parte da alvenaria do prédio, instalação elétrica e hidráulica, troca do telhado e pintura.
Para Valdenir da Costa Langendorf, leiturista da SGS, participar do Dia do Voluntariado só melhora o relacionamento entre os colegas e traz também benefícios pessoais: “Sempre nos envolvemos com as ações de apoio a educação e cultura. A iniciativa do voluntariado é da empresa, mas isso faz com que nos realizemos pessoalmente em ver o agradecimento das crianças e da comunidade quando encerramos o trabalho”, afirmou.
Já para Luiz Antônio Freitas, funcionário da SGS que trabalhou no projeto desde os primeiros dias, é gratificante ver o resultado final: “Quem conheceu este lugar antes que os voluntários começassem a arrumar, custa a acreditar que seja o mesmo. É muito bom ver como ficou e saber que tivemos muitas mãos nesta transformação”, disse.
Para a diretora da Escola, Léa Viedo Rodrigues Maia, o empenho dos voluntários da SGS e dos demais parceiros, servirá de exemplo para a comunidade: “Ver tamanha dedicação para garantir às crianças a manutenção dos programas educacionais, só nos incentiva ainda mais. Tenho certeza que a comunidade vai saber valorizar isso e conseguiremos manter este espaço com a finalidade mais correta de todas: bem educar”, declarou.
E a valorização não demorou a chegar. Para Ana Eva Maciel de Souza, moradora do Bairro há 30 anos, a ação voluntária surpreendeu: “É a primeira vez que vemos uma ação deste tipo aqui no Bairro. Tantas pessoas trabalhando juntas, como voluntárias, por uma única causa. Além de melhorar ainda mais as condições no sistema de ensino da escola teremos muito mais segurança no Bairro, pois o local, do jeito que estava, já era perigoso”, contou ela, que é avó de um dos estudantes da Escola.
Durante o evento os alunos da Escola e moradores do Bairro puderam aproveitar as atividades abertas para a comunidade, como brinquedos de recreação gratuitos para as crianças e a distribuição de mais de 500 saquinhos de pipoca e 600 copos de refrigerantes.