Ação na Praça Saldanha Marinho promove conscientização sobre o dia de luta antimanicomial

Santa Maria - Na tarde desta terça-feira (10), a prefeitura realizou uma ação na Praça Saldanha Marinho para marcar o dia 18 de maio, quando se comemora o movimento de luta antimanicomial no Brasil. Inicialmente a atividade chamada “Saúde Mental na Rua” estava prevista para acontecer durante as festividades de aniversário do município, no entanto, em função do mau tempo, o evento foi novamente agendado. O prefeito Cezar Schirmer, a secretária de Saúde, Vânia Olivo, e a coordenadora administrativa da Saúde Mental, Maria Albina Maffini, prestigiaram a ação.
A data simboliza a reafirmação do direito do paciente a tratamento público digno e integral, por meio da substituição dos hospitais psiquiátricos por serviços que ofereçam aos usuários autonomia, identidade e liberdade de expressão. A atividade realizada pela secretaria de Saúde do município, por meio dos profissionais da Política de Saúde Mental, teve o intuito de ressocializar os usuários, dando-lhes condições de expor suas ideias e interagir com a comunidade.
Durante a ação, os usuários do serviço de saúde mental puderam expor os trabalhos resultantes das oficinas terapêuticas. São peças de artesanato e decoração produzidas por eles dentro dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps). Também aconteceram apresentações artísticas e pintura. O município de Santa Maria possui uma rede extra-hospitalar de atendimento a pessoas em sofrimento psíquico. 

A data – Este ano o movimento antimanicomial comemora 25 anos de luta no Brasil. A data remete ao Encontro dos Trabalhadores da Saúde Mental, realizado em Bauru (SP), em 1087. Na ocasião, uma passeata marcou a primeira manifestação pública em defesa da extinção dos hospitais psiquiátricos.

Confira onde buscar ajuda em Santa Maria:

CAPS II – Prado Veppo

Fone: (55) 3921-7042
Conde de Porto Alegre, 1111
(Atende pessoas com transtornos mentais graves)

CAPS AD – Caminhos do Sol

Fone: (55) 3921 7144
Rua Euclides da Cunha, 1695
(Atende pessoas com transtornos decorrentes do uso abusivo de álcool e outras drogas)

CAPS AD (álcool e drogas) – Cia do Recomeço

Fone: (55) 3921-1099 
General Neto, 579
(Atende pessoas com transtornos decorrentes do uso abusivo de álcool e outras drogas)


CAPSi (infantil) – O Equilibrista

Fone: (55) 3921-7218
Rua Minas Gerais, nº 11, esquina Rua Gaspar Martins
(Atende crianças e adolescentes com transtornos mentais)

Ambulatório de Saúde Mental

Fone: (55) 3921-7028
Silva Jardim, 1383
(Atendimento psicológico e psiquiátrico para pessoas com transtornos mentais leves e moderados)