Cobertura da Estratégia da Saúde da Família cresce 757 vezes na Administração Erasmo e Preta

Centro Social Urbano ganhou equipe de ESF com profisisonal do Programa Mais Médicos
Alegrete - Começou a funcionar na Unidade Básica de Saúde do Bairro Vila Inês nesta segunda-feira, 2, a 14ª equipe da Estratégia da Saúde da Família de Alegrete. Com isto, o programa passa a alcançar 41 mil habitantes, ou 53% da população residente nas zonas urbana e rural do município.
Em 2008, apenas 0,07% da população tinha acesso ao programa multiprofisisonal formado por médico da saúde da família, enfermeiro, técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde, atendimento odontológico e consulta com médico especialista. “O impacto desse crescimento será sentido em todo o sistema de saúde. Quanto maior a prevenção e promoção da saúde no âmbito comunitário, menor a pressão no sistema hospitalar e atendimento de urgência e emergência”, explica a secretária Maria do Horto Salbego.
Oito equipes de ESF já estavam em pleno funcionamento, praticamente todas em prédios novos, reformados ou em obras: UBS Piola, Saint Pastous, Nova Brasília, Vila Prado, Dr. Romário, Vila Nova, Macedo/Vila Isabel e Promorar. Recentemente mais seis equipes foram instaladas: UBS Boa Vista, Centro Social Urbano (Bairro Capão do Angico), UBS Passo Novo, PAM Central (Bairro Cidade Alta), segunda equipe na UBS Promorar e agora na UBS Vila Inês. “A qualificação só é possível com o compromisso dos servidores do município que cumprem com responsabilidade sua função nos bairros da cidade, mas também com o aporte fundamental de recursos humanos do Mais Médicos”, diz a vice-prefeita Preta Mulazzani.
Em duas regiões, a Secretaria de Saúde do Alegrete confirmou o aluguel de imóveis destinados à instalação de três novas equipes de ESF. Duas equipes irão para o Bairro Vera Cruz e uma para o Bairro Assunção, em um prazo máximo de 40 dias. O segundo ESF rural do município também deve ser instalado em breve no posto de saúde da localidade da Conceição, próximo à EMEB Murilo Nunes de Oliveira.
Com estas confirmações, Alegrete alcançará 70% de cobertura do ESF até o final de 2014. “Este número é excepcional e representa o compromisso firmado e cumprido por esta administração pela melhoria no atendimento da população. A saúde é mais uma área onde nunca se fez tanto quanto agora”, garante o prefeito Erasmo Silva.