Continuam reuniões entre Prefeitura e Sindicato dos Servidores Municipais

Mais uma reunião entre o Executivo Municipal e o Sindicato dos Servidores Municipais foi realizada no Gabinete do Prefeito, para tratar do Plano de Carreira com ações de contenção de gastos e aumento de arrecadação, diminuição de CCs, aumento do vale alimentação, projeto de lei de diárias e horário de expediente. Ao agradecer a participação da presidente do sindicato Helena Ledi Walterman e dos membros da diretoria Diane Charão, Anderson Tomaz Cabreira e Clara Brum, o prefeito Roque Montagner destacou a importância dos assuntos colocados em pauta e a atuação da entidade em negociar e propor saídas para avançar nas melhorias da classe. A reunião também contou com a presença do Chefe de Gabinete Luis Pires, do Procurador Jurídico Guilherme Abib e dos secretários de Administração Ricardo Gomes e da Fazenda Dionísio Bérgamo.
Antes de iniciar a discussão dos assuntos o prefeito recebeu dois ofícios do sindicato que trata sobre denúncias de que está havendo ameaças e assédio moral contra funcionários. Ao ser questionado sobre quais seriam os casos a secretária Diane Charão afirmou não haver nenhuma formalidade sobre queixas em relação a este assunto.
Com relação ao Plano de Carreira foi definido que serão realizadas duas reuniões por mês com a comissão que vem tratando do assunto e que ela será ampliada com outros funcionários, para acompanharem os efeitos das ações implantadas e quais as medidas possíveis de serem implantadas, com calendário. Um representante do IPRESG também passará a fazer parte da comissão.
Foram apresentadas algumas medidas que estão sendo implantadas para conter despesas, como a revisão geral dos contratos. Serviços que eram terceirizados a custo alto estão sendo feitos pelo Município como o transporte na área da Saúde e na da Educação, contenção de pagamento de horas extras, com controle rigoroso do ponto, diminuição de desdobramento de professores, cessação de pagamento irregular de vale alimentação que vinha ocorrendo há vários anos e moralização do vale transporte, que era distribuído de forma descontrolada.
Como medida de aumento da receita foi informado que já está em fase adiantada a cobrança do ISSQN de setores que não pagavam, como os cartórios, financeiras e bancos; o IPTU Premiado e ajuizamento das execuções fiscais das dívidas ativas, principalmente sobre os maiores devedores; revisão de diárias por projeto de Lei para diminuir dos que ganham mais; recadastramento imobiliário que não é realizado desde 2002 e aperfeiçoamento constante da Nota Fiscal Eletrônica. As ações definidas são suficientes para, mais adiante, ver o quanto poder ser aumentado no vale alimentação.
Sobre a revisão das diárias ficou acertado que será novamente enviado o projeto de Lei para a Câmara Municipal de Vereadores. O prefeito adiantou que está disposto a diminuir a diária que recebe, de R$ 600,00 para R$ 400,00, e dos secretários de R$ 560,00 para R$ 300,00. Sobre o expediente o prefeito disse que o horário é transitório, porque é definido por lei. A próxima reunião foi marcada para o dia 2 de julho, às 14 horas, na Sala de Reuniões da Prefeitura Municipal.