Situação e oposição comentam declarações de Balbo

A entrevista concedida pelo ex-prefeito Balbo Teixeira no programa "Bom Dia Cidade", da Rádio São Gabriel, também foi assunto na comunidade, mais precisamente no meio político.
Durante o programa, Balbo disse estar arrependido de ter ajudado a eleger Roque Montagner e que o governo quer implantar uma ditadura no município
"Que atire a primeira pedra aquele que nunca errou", disse o ex-prefeito que também criticou o PT em todas as esferas. "É preciso tirar o poder do PT em todas as esferas, antes que isso aqui vire Cuba, seja no País, no Estado ou em São Gabriel", disse ele.
Se para a sua militância, as declarações de Balbo Teixeira surgem como uma esperança dele voltar ao paço municipal, para alguns integrantes da situação e da oposição, as declarações de Balbo tem outras interpretações.


"Quem é o Balbo para falar do PT, ele ficou quase quatro anos ganhando do governo estadual e o filho empregado em Brasília. Não pode cuspir no prato que comeu", declarou a vereadora Karen Lannes na última sessão plenária.
Já o chefe de gabinete, Luiz Pires, atribuiu as declarações de Balbo a um sentimento de solidão.


"A gente entende as declarações dele, pois foi um homem que sempre teve uma grande militância ao seu lado e, hoje vê-se quase que isolado, pois seus antigos companheiros que ingressaram com ele em nossa caminhada, hoje se sentem valorizados pela nossa proposta de governo que valoriza as pessoas, os companheiros e não pensa apenas em cargos para si", disse.