Suposta desapropriação gera polêmica na Câmara de Vereadores

Vereador Nenê anunciou o fato na noite de ontem

Na sessão da última segunda-feira, o vereador Paulo Sérgio Barros da Silva, Nenê do PDT, se manifestou em relação a uma suposta desapropriação de uma chácara que estaria ocorrendo no Bom Fim com a finalidade de construir uma UBS.
Nenê diz que a Prefeitura teria pago R$ 27 mil para uma área de 1600 m2, o que na opinião do vereador é um verdadeiro absurdo, visto que, segundo ele, o Provedor da Santa Casa teria comprado um terreno em frente a chácara no valor de R$ 270 mil, o que exemplificaria a diferença.
"É uma perseguição covarde que este PT faz. Fizeram um decreto sem falar com a proprietária da área. A proprietária deu parte, pois chegaram invadindo de forma covarde. O Dr. Luiz Cristiano tem razão em pedir a CPI do prefeito", disparou.
Do lado do governo, se manifestou a vereadora Sandra Xarão (PT), que de desapropriação o governo anterior entende bem, pois fizeram 2 nos últimos governos. Quanto a UBS, Sandra diz que o dinheiro está lá desde 2011, está depositado e o outro governo não fez. "A comunidade do Bom Fim merece uma UBS. E o governo vai ter uma reunião essa semana com a proprietária para fazer um acerto", disse.