Brechó Comunitário é serviço permanente e ativo na Secretaria de Assistência Social

O espaço está aberto ao público nas terças e quintas-feiras das 08h30min às 13h30min
O espaço é amplo, as prateleiras estão lotadas. O brechó comunitário da Secretaria Municipal de Assistência Social tem muita coisa em comum com uma loja comercial, mas a principal diferença está na essência do serviço. Aqui, nada é vendido ou comprado. As roupas, calçados e demais artigos são fruto de doação e prosseguem nesse sistema, são doadas a quem precisa. É como uma loja, mas sem preços. O serviço é oferecido o ano todo.
“A ideia do Brechó Comunitário é dar liberdade de escolha às pessoas. É fazer com que elas tenham a oportunidade de chegar, olhar e levar para casa peças que sejam do seu gosto. Isso é uma forma de incentivar a autoestima de quem infelizmente, não pode ir até uma loja e dispor de recursos para a compra. É um meio de melhorar a vida das pessoas”, explica o Secretário de Assistência Social do Município, Cleber Giovane da Silveira.
A movimentação no Brechó é expressiva. A dona de casa Raquel Rios Anderzet encontrou roupas para ela e para as filhas. “Eu acho muito legal esse espaço. Nós somos bem atendidas. Eu sempre encontro roupas boas aqui”.
A ajudante de cozinha Paulina Rios também aprova o serviço. “A gente chega aqui, escolhe à vontade, sem pressa e eu sempre encontro roupas boas”, diz Paulina. O espaço está aberto ao público nas terças e quintas-feiras das 8h: 30min às 13h e 30min.

Campanha do Agasalho 2014
Boa parte das roupas que compõem o Brechó Social é oriunda da Campanha do Agasalho, que neste ano arrecadou mais de 30 mil peças. A maioria já chegou ao seu destino, 70% de tudo que foi arrecadado, foi distribuído durante serviços descentralizados do Governo Municipal beneficiando moradores da cidade e do campo. Os presidentes das associações de bairros receberam kits de roupas para doações e o material também foi distribuído ainda nas ações da Patrulha do Frio, que leva agasalhos, cobertores e outros utensílios na casa das pessoas. Os beneficiados da Patrulha do Frio são relacionados conforme estudos técnicos da secretaria. “Realizamos um estudo especifico das pessoas que se encontram em maior vulnerabilidade e essas são as mais beneficiadas”, finalizou Cleber Giovane.