Miscelânea Digital

Airton Bittencourt
Colunista do blog

A Copa do Mundo é nossa
Todos nós brasileiros vivemos um momento ímpar com a Copa do Mundo de Futebol em nosso país.
O maior evento esportivo do planeta. Quando fomos escolhidos pela FIFA para sediarmos os jogos há sete anos, todos os brasileiros ficaram eufóricos, e com o passar do tempo, muitos fizeram protestos com a desconfiança que o evento seria uma decepção.
O Brasil teve tempo para se preparar e acabou deixando tudo para a última hora, mas segundo a imprensa esportiva, estes problemas também aconteceram em outros países que sediaram a Copa. Assisti a cerimônia de abertura que, em minha opinião, foi uma decepção.
Temos muitas pessoas competentes para realizar esse tipo de evento e acredito que o erro foi deixar um espetáculo devisualização mundial a cargo de quem não conhece a nossa realidade.
Tenho certeza que os nossos carnavalescos fariam muito melhor.
Na cerimônia de abertura, o mundo assistiu uma tremenda falta de educação e respeito com um chefe de estado .
Quando o estádio inteiro vaiou e ofendeu a nossa presidente. O momento era de festa e este tipo de manifestação contra políticos deve ser feito no momento das eleições.
Todos nós estávamos temerosos e com receio que se repetissem as manifestações da Copa das Confederações, mas o que está se vendo é só alegria nas ruas , sem a atenção da mídia, os manifestantes e baderneiros "manipulados" sumiram.
Com os estádios lotados e segundo as estatísticas, a média de público é de cinquenta mil torcedores por partida e estamos mostrando ao mundo inteiro que realmente o Brasil é o país do futebol.
Alguns casos de agressão no esporte deveriam ser punidos severamente pela FIFA, nosso principal jogador o Neymarcovardemente agredido por um colombiano fica fora do restante da Copa, mesmo assim continuaremos na torcida pelo hexa.