Novos equipamentos para apoio à agricultura familiar e bacia leiteira

Prefeito Erasmo, vice Preta Mulazzani e secretário Alberto Prates com veículo do Programa Dissemina




Alegrete - Na última sexta-feira (04), ocorreu a entrega de máquina, equipamento e veículo para a Secretaria de Agricultura e Pecuária da Prefeitura do Alegrete. Os recursos investidos têm origem federal, seja através de emenda parlamentar ou programa de repasse com intermediação do estado. 
Pela manhã, a primeira entrega foi a de uma caminhonete equipada com um botijão de nitrogênio e doses de sêmem, do programa de melhoramento genético Dissemina, adquirida via convênio com a Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro). O Programa de Incremento da Qualidade Genética da Pecuária de Carne e Leite, desenvolvido pela Secretaria Estadual de Agricultura e Fepagro com os municípios, busca o melhoramento genético do rebanho bovino gaúcho, contribuindo para o desenvolvimento das cadeias produtivas da pecuária de corte e leite, em especial ao sistema de agricultura e pecuária familiar. “A questão do melhoramento genético para nós é impar, ainda mais para a nossa região que é produtora de leite e carne”, comenta o secretário de Agricultura e Pecuária, Alberto Prates.
À tarde ocorreu a solenidade de entrega também 13 conjuntos para irrigação e de uma máquina retroescavadeira, ambos adquiridos através do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Setor Agropecuário – PRODESA, do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, sendo os 13 conjuntos no valor R$ 147 mil via emenda parlamentar e a retroescavadeira no valor de R$ 196 mil. “Os investimentos ocorrem em Alegrete porque nós temos uma equipe que trabalha e tem projetos a altura desse investimento”, garante o prefeito Erasmo Silva.
Retroescavadeira se somará à equipe de mecanização agrícola da SAP
A retroescavadeira reforça equipe de mecanização agrícola, com função de construção e limpeza de açudes, apoio para manutenção de estradas e serviços gerais de competência do setor. Os conjuntos de irrigação serão destinados a produtores de leites selecionados pelo grupo Mais Leite Alegrete, formado por diversas instituições ligadas à bacia leiteira. “Esperamos que os novos equipamentos contribuam para a geração de renda e a diversificação da produção. O investimento no campo tem grande custo-benefício para o município”, analisa a vice-prefeita Preta Mulazzani.