Desfile estudantil apresentou inovações este ano

Não foram apenas os homenageados no Dia da Independência a ganhar destaque no Desfile Estudantil de 2014. O público que assistiu a apresentação dos alunos e professores na Rua General Mallet testemunhou a confirmação de um trabalho voltando para a qualificação da educação inclusiva em São Gabriel. Segundo a secretária de Educação, Professora Nilvanês Jobim, a quantidade de alunos especiais a participar da Parada Estudantil superou as expectativas, “e demonstrou a aceitação do trabalho desenvolvido pelo Governo Municipal”.
Além de alunos da Associação Pró-Down, também participaram do desfile estudantes cadeirantes das escolas regulares.
A secretária também destacou a participação da Comunidade Escolar em atividades internas que acabam por promover a inserção da família no ambiente da escola. No Desfile, as instituições municipais apresentara o Mais Escola. O projeto federal tem possibilitado a incrementação de bandas, por exemplo.
Este ano, a Secretaria Municipal de Educação distribuiu mais de 3,5 mil camisetas para os alunos da Rede Municipal. Mas não foi esta ação a ganhar elogios, embora tenha beneficiado um público expressivo. De acordo com a SEME, a organização do Desfile implantou pontos de distribuição de água mineral para os estudantes e para a comunidade. “Assim eliminamos um dos principais problemas registrados em anos anteriores. As crianças ficavam horas nas concentrações e tinham que pedir água nas residências próximas. O mesmo acontecia quando precisavam usar o banheiro. Por isso também colocamos banheiros químicos vários pontos da concentração”, explicou a secretária.
Este ano, mais de 9 mil alunos participaram do Desfile Estudantil. O número é expressivo, ainda mais se levarmos em consideração que, um dia antes do desfile, no interior do Município, em algumas regiões foram registradas verdadeiras enxurradas. “Mesmo assim, mais de 90% das escolas do campo participaram das comemorações. Somente duas instituições não desfilaram. Na região de Catuçaba, onde está localizada a Escola Mascarenhas, choveu mais de 68 milímetros”, explicou.
Na avaliação da secretária, “o desfile foi positivo e superou todas as expectativas graças a organização das entidades que participaram e das escolas que desfilaram”, finalizou.