Governo Municipal decreta estado de emergência localizada na Vila Santa Clara

Moradores do Bairro Santa Clara, situado há 10 km do centro da cidade, foram surpreendidos com uma chuva acompanhada de vento forte e pedras de granizo, do tamanho de ovos de galinha, destruindo os telhados das residências de cerca de 150 famílias. A Defesa Civil do Município agiu rapidamente deslocando equipes para auxiliar os moradores. Conforme o secretário de Obras e Habitação, Felipe Abib, que também integra a Defesa Civil juntamente com as secretarias de Assistência Social, Serviços Urbanos, Agricultura, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros e voluntários, tão logo foram comunicados as primeiras medidas foram tomadas, como a distribuição e colocação de mais de 20 rolos de lonas nos telhados das casas atingidas.
O prefeito e o secretário fazem um agradecimento público aos empresários gabrielenses, que mesmo durante a noite e também ainda na manhã e tarde de domingo, abriram as empresas para a venda das lonas. Ainda no domingo, o prefeito Roque e sua assessoria visitaram os moradores e conferiram in loco todos os estragos causados pelo temporal.
Desde o final da manhã desta segunda-feira (1º), equipes das secretarias de Habitação e da Assistência Social estão visitando as famílias com a finalidade de efetuar um levantamento social dos estragos. Abib informa que começou uma campanha solidária junto a comunidade. As pessoas que desejarem efetuar doações de telhas e pregos devem entrar em contato com a Secretaria de Obras e Habitação. O prefeito lamentou profundamente o ocorrido, “nós temos sensibilidade e nos solidarizamos com a situação destes moradores. O decreto vai viabilizar a compra direta, pelo Município, de telhas de amianto, sem o processo licitatório”.