Governo Municipal quer fomentar a piscicultura comercial e de subsistência aos pequenos produtores

O Governo Municipal através da Secretaria Municipal de Agricultura continua desenvolvendo o Programa de Piscicultura no Assentamento Guajuviras em Azevedo Sodré. Conforme o secretário Ladislê Teixeira, aproximadamente 50 produtores estão inseridos no programa de desenvolvimento da piscicultura coordenado pelo zootecnista José Galdir Dias Leal. Os integrantes são pequenos agricultores, que com o apoio da Administração Municipal, pretendem fazer da piscicultura uma forma de subsistência. Ele explica que em 2013 foi implantado um projeto piloto com sistema semi-intensivo de produção com baixo custo, o que torna a cultura acessível para os pequenos produtores. “A ideia central é desenvolver a piscicultura comercial e de subsistência aos pequenos produtores e levar peixe para a mesa da população de baixa renda. Se fomentar a produção é uma das metas, possibilitar o fácil comércio do peixe, com baixo custo de produção, é uma das prioridades desta gestão”, afirmou o prefeito Roque Montagner.
Os técnicos do setor ressaltam que a cultura do peixe pode ser desenvolvida em pequenas áreas e apresenta alta produção, onde dependendo do sistema, um hectare de terra pode produzir até 20 toneladas de peixe a baixo custo. Ladislê frisa que a secretaria dispõe de técnicos para elaboração de projetos e visita técnica contando ainda com a parceria da Unipampa (Campus de Dom Pedrito). Esta semana foi realizada uma visita junto ao Assentamento Guajuviras, com participação da equipe da Secretaria acompanhada do professor Dr. Paulo Lopes e dos alunos Lucas Silveira e Iuri Neyrão, dando assistência técnica e continuidade aos trabalhos.