PROJETOS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE SÃO DESTAQUE EM MOSTRA REGIONAL DE SAÚDE

Com uma proposta de chamar a atenção do Estado para as ações desenvolvidas na Clinica de Dor de São Gabriel e com isso pleitear recursos para ampliar o número de atendimentos envolvendo Práticas Integrativas Complementares (PIC), três projetos da Secretaria de Saúde ganharam destaque durante a realização da Mostra Regional de Saúde 2014. O evento reuniu trabalhadores, gestores e usuários do SUS de 43 municípios da macrorregião Centro-Oeste e aconteceu nos dias 11 e 12 de setembro, no Clube Caixeiral e Urcamp, em Alegrete. A programação teve debates, atividades culturais, apresentação de trabalhos e vivências cotidianas na área da atenção básica.
Com foco direcionado ao projeto Clínica de Dor, a Secretaria Municipal apresentou os resultados obtidos com ações de acupuntura e auriculoterapia desenvolvidas pelo coordenador da Clínica, Dr. Guilherme Oliveira e os profissionais, Paula Marise Moraes Reis, Fisioterapeuta; Paulo Eduardo Pizarro da Silveira Machado, Anestesiologista; e Beatriz Sucki, Especialista em Acupuntura. Além disso, foi apresentado o Projeto Musical e Música tema do Programa Primeira Infância Melhor (PIM) de São Gabriel com a participação do Grupo Técnico formado pela Coordenadora do PIM, Elizandre Umpierre Vieira; Monitor, Marlon Oliveira; Visitadores, Yuri Azevedo e Patrick Chiabotto; e a Digitadora Natiéle Godoi. As inscrições dos projetos foram feitas pela Coordenação de Projeto da Secretaria Municipal de Saúde que tem no comando a profissional Gisele Cunha.
Com o objetivo de promover um atendimento digno, diminuir o sofrimento e melhorar a qualidade de vida dos pacientes com dor, a Clínica de Dor se destaca na macrorregião como um projeto pioneiro. Entre as propostas, está a promoção de um tratamento adequado das dores, resultando na diminuição de custos diretos e indiretos das dores não aliviadas, com menos despesas para as instituições de saúde.
A Clínica oferece atendimentos aos pacientes com dores crônicas encaminhadas através de uma triagem e pré-agendamento feito por equipes de enfermagem e encaminhamentos médicos das Unidades Básicas de Saúde. Na visão do Sec. Dainel Ferrony, a proposta oferece um atendimento adequado e especializado, " a dor é a queixa principal dos pacientes e muitas delas são recidivantes ou já denominadas crônicas.
A fisioterapeuta e acupunturista, Paula Marise Moraes Reis, atende nas quartas-feiras (das 8h às 12h), em média, 20 pessoas. De acordo com a profissional, os métodos têm boa aceitação na comunidade e o número só ainda não é maior porque há a necessidade de recursos para ampliar os benefícios. 
No geral, 115 procedimentos envolvendo a acupuntura são realizados por semana. Desde a implantação, em agosto de 2013, a Clínica já disponibilizou mais de 6 mil atendimentos nesta área. 
Não é comum este procedimento na atenção básica. Na região, isso acontece só em São Gabriel. 
O projeto Música do PIM de São Gabriel voltou a chamar a atenção do público. Visto como inovador, os resultados obtidos nos primeiros meses são considerados satisfatórios, tanto que o projeto poderá servir de molde para ações a serem instituídas em municípios como Alegrete, Santana do Livramento, Unistalda e Manoel Viana. O Governo Municipal vê o programa como aliado a ações como o Mais Médico e ESF. E como estas se tratam de propostas de transformação da Saúde no Município, todas as medidas positivas neste sentido recebem apoio para o seu desenvolvimento.