Comunidade escolar homenageia 18 anos do assentamento Guajuviras

O mais antigo assentamento da Reforma Agrária, instalado no Azevedo Sodré, comemorou 18 anos no sábado passado, 27. As atividades de aniversário do Guajuviras foram realizadas na Escola Municipal Maria Manoela da Cunha Teixeira, situada bem na sede do assentamento, com a participação de alunos, pais e professores.
Entre as homenagens, foram apresentadas declamações de poesias e músicas escritas pela comunidade escolar e do coral da instituição. Destaque para o show do compositor Aroldo Torres. 
A grande atração foi um bolo de 18 metros, cada metro representando um ano de vida do assentamento. "Esse desafio só pode ser realizado através da união da comunidade que doou os ingredientes e participou da confecção do bolo", explicou a diretora da instituição, professora Maris Motta.
O evento reuniu cerca de 150 pessoas no saguão da escola. A Bióloga Julianne Munhoz representou a Secretaria Municipal de Educação. De acordo com a SEME, a homenagem foi idealizada pelas professoras Larissa Graff de Mello e Carmem Lúcia Rodrigues Silveira com o apoio da Direção. “A escola está comprometida com a educação de qualidade e através de uma Gestão Democrática, que visa a integração entre comunidade e escola, busca valorizar as pessoas e suas histórias”, explicou a diretora.