Dupla que arrombou e furtou loja Quero-Quero é presa em flagrante

Miguel Gurkewicz
Dois paranaenses foram presos em flagrante no final da madrugada de quarta-feira (05) na BR-290. Os homens são acusados de arrombar e furtar aparelhos de telefone celular e tablets da Loja Quero-Quero, na Rua Tristão Pinto, centro da cidade. A dupla foi interceptada por uma patrulha da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na divisa com o Município de Rosário do Sul. Outra equipe – da PATAMO – perseguiu os bandidos desde a saída deles de São Gabriel.
O crime aconteceu por volta de 4 horas. Uma testemunha viu os bandidos saindo da loja e logo depois acionou a Brigada Militar. A dupla não encontrou dificuldades para entrar no estabelecimento comercial. De acordo com a polícia, foi necessário apenas quebrar um cadeado para ter livre acesso ao setor de eletrônicos e informática. Eles deixaram o local levando mais de 20 aparelhos.
A ação da Brigada Militar foi rápida. Enquanto uma equipe perseguia a dupla, outra equipe – da PRF – se preparava para obstruir a passagem dos bandidos. Eles não ofereceram reação ao serem detidos.

ESPECIALIZADOS NO CRIME
Edimar Firmo
apresentava documento
A Polícia Civil confirmou a identificação de Edimar Wessler, de 41 anos, e Miguel Gurkewicz, de 45 anos, ambos de Cascavel, Estado do Paraná. Weesler, segundo a Polícia Civil, tem pedido de prisão decretado por crime envolvendo furto. A identidade dele ainda está sendo averiguada, pois no momento da detenção, o elemento apresentou RG com o nome falso. Ele ainda tinha um documento com o nome de Anderson Alves Rodrigues, mas também se apresentava como sendo Edimar Firmo.
Em março deste ano, por suspeita de furto, ele e Miguel haviam sido detidos na cidade de Lajeado. A Brigada Militar da cidade flagrou a dupla em frente a uma loja que havia sido arrombada. Mas nada foi encontrado com os bandidos e eles acabaram sendo liberados.
O modo de ação é o mesmo em todos os casos. A dupla parece se especializar em furtos percorrendo várias cidades do interior do sul do Brasil.

Texto: N1 Notícia