Textículos do Mário Mércio

Mário Mércio
Escritor e colunista do site

ADEUS AGOSTO

Muito se diz que agosto é desgosto.
Um mês trágico, que me desculpem os aniversariantes desse mês, que sabemos ter sido escolhido para homenagear o imperador romano. Um mês frio e vento de danar aqui no hemisfério, mas que chega quente mais ao norte e pela Europa, EUA, Canadá etc. sorte deles.
Ainda bem que terminou.
Agora setembro se apresenta mais ameno e paulatinamente vai se formando a primavera, que por descaso da natureza adiantou-se ao tempo e veem-se árvores floridas e alguns tapetes coloridos no chão. O sabiá também começou a cantar e prevendo que vai procriar soltando novos cantores em nossas árvores.
Chega de sofrimento. Só para lembrar, foi em agosto que Getúlio se suicidou. Juscelino se acidentou. Eduardo Campos escafedeu-se em pedaços. Robin Williams e Elvis Presley também sumiram de cena em agosto.
Outras grandes tragédias marcaram agosto do desgosto: No ano 12 da chamara Era cristã foi assinalado pelo nascimento de um tirano sem igual, o tal do Nero, um maluco beleza que infernizou Roma, botou fogo em tudo e depois se suicidou.
Também foi neste mês, dia 31 que nasceu Calígula, aquele que tratava melhor seu cavalo que o povo, fazendo-nos lembrar de alguns de nossos governantes atuais, que não tendo cavalos, têm carros, cães e gatos mimados e que acabou nomeando um pangaré véio “Incitatus” senador do Império Romano.
Foi no ano de 1422 que um célebre monarca britânico, Henrique V foi derrotado e morreu e substituíram-lhe por um reizinho de 9 meses ainda no berço, que depois virou Henrique VI. Pobre Inglaterra- nos diz Walter Galvani- um historiador de respeito.
Porém em 1867 o célebre poeta Charles Baudelaire, dizia adeus a todas suas glórias num mês igual a agosto. E mais tarde em 1963, quando eu estava servindo o Exército Brasileiro, outro francês famoso, pintor Georges Bracques também se foi num agosto tormentoso e triste. Mas deixe que logo seis exatos anos um pugilista famoso pelos nocautes foi nocauteado pela morte e disse adeus à vida: Rocky Marciano.
Mas foi Henry Moore, um britânico escultor conhecido que passou dessa para melhor, bem no último dia, quando todos aguardavam setembro. E não esqueçam da princesa Diane que se ralou com o namorado Dody dentro daquele túnel em Paris.
“Totofunprá ti agosto de desgosto”.