Jovem, que alegou ser caçador, é acusado de abigeato e detido por porte ilegal

A Polícia Civil de São Gabriel – através do setor de combate ao abigeato – prendeu no final da manhã desta quarta-feira (17), na zona oeste da cidade, o cozinheiro Vanderlei Freitas Ramos, de 27 anos. Na casa dele, na Rua Guabiju – Vila Mariana, os policiais encontraram uma arma de fogo calibre 22 e vários sacos de carne sem procedência. Ramos havia sido detido no sábado passado por equipe da PATAMO e Polícia Rural por porte ilegal e suspeita de abigeato. Ele – junto com mais dois – acabou sendo liberado pelo delegado plantonista.
De acordo com o setor de combate ao abigeato, os policiais teria ido a residência do acusado esclarecer as circunstâncias que envolveram a sua detenção no final de semana. “Ao chegarmos lá, notamos uma arma sobre a mesa. Então demos voz de prisão por porte ilegal, uma vez que, no final de semana, ele já havia sido flagrado com espingarda 22″, comentou o policial.
Num refrigerador, os policiais encontraram a carne armazenada em sacos. O homem não soube informar a procedência e admitiu que tinha comprado de um “vendedor” desconhecido por R$ 3,00 o quilograma.

No sábado passado, Ramos admitiu que era caçador e que a arma lhe pertencia. Desta vez, ele alegou que o rifle pertence a outra pessoa (identificado como Douglas) e que esta teria deixado em sua casa.
A Polícia Civil ainda apreendeu vários uniformes do Exército Brasileiro e uma balança usada especificamente para a pesagem de carne. De acordo com o setor, “há informações de que o jovem pertencem a uma quadrilha de abigeatários atuante no interior do município”, finalizou.

Fonte: N1 notícia