Polêmica: samba gabrielense teria sido plagiado por escola de samba de Caçapava do Sul

Desde ontem, uma polêmica está dando o que falar nas redes sociais. Após ver um vídeo na internet, o compositor gabrielense Marcel da Cohab e integrantes da Academia de Arte e Cultura Jupob descobriram que um dos seus sambas teria sido plagiado. O enredo "Com a Turma do Chaves o Lobão vai festejar 35 carnavais: a Jupob é meu lugar!" de 2013, que falou dos personagens do humorista mexicano falecido no ano passado, foi utilizado pela Escola de Samba Unidos da Vila Sul, de Caçapava do Sul. 
A polêmica é que o samba foi plagiado, sendo que as citações referentes à Jupob foram trocadas pelo nome da Escola. 
O samba original é composto por Marcel da Cohab, Ricardo Moreno, Diego Neves, Rogério Melo, Emerson Fernandes e André Teixeira e Giancarlo Bina. Um dos vídeos feitos pelo site Farrapo, de Caçapava, mostra que o samba foi copiado, onde houve a troca dos nomes da Jupob pelos da Escola. 
Segundo a legislação, o plágio, que é a cópia de uma obra de autoria registrada, é crime previsto na Lei de Direitos Autorais, nº 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. 
Segundo Marcel da Cohab, um boletim de ocorrência será registrado.
"Estou indignado com o roubo da obra autoral, carnaval é criatividade. Ficamos 16 horas em estúdio, criando o samba e gravando. Não quero dinheiro. Vamos procurar o responsável por enganar as pessoas", finalizou.
Confira abaixo o samba da Jupob e o samba da Unidos da Vila Sul e tire suas conclusões: