Em funcionamento desde a semana passada, fábrica vai produzir em média 60 tubos por dia

Quando estiver com os equipamentos ajustados e a densidade do concreto ao ponto, a Fábrica de Tubos – instalada junto a Oficina de Máquinas da Prefeitura, no Bairro Pró-Morar, zona norte da cidade – vai produzir, em média, 60 tubos por dia. O objetivo é atender a demanda dos bairros, vilas e área rural de São Gabriel. De acordo com o prefeito Roque Montagner, serão confeccionados tubos de 20, 30, 40 e 60 centímetros. A primeira produção – ainda experimental – foi apresentada para o prefeito na última sexta-feira (20).
Simbolicamente, trata-se de uma nova atividade que está sendo desenvolvida, gerando emprego e reduzindo custos com a máquina pública. A Prefeitura Municipal investiu R$ 180 mil na aquisição de formas e equipamentos. “Hoje, com o mesmo valor que é investido na compra de 100 tubos será possível produzir 300. Além de econômica, vamos ter condições de atender melhor as comunidades e suas reivindicações”, explica. “O Município não tinha condições financeiras de adquirir os tubos no comércio. Agora – com o que tínhamos para investir – será possível triplicar a demanda”, argumenta.
Mesmo com a Fábrica de Tubos em atividade, a Prefeitura Municipal manterá a parceria com a Superintendência dos Serviços Penitenciários (SUSEPE). O protocolo de ação conjunta firmada e renovado no ano passado será mantido com os presos, agora, trabalhando na produção de meios fios. 
Tanto uma quanto a outro gera empregos e ressocializa. A fábrica municipal está empregando seis pessoas, mas com o ajustamento será possível funcionar com apenas quatro pessoas operando. Já a parceria com a SUSEPE beneficia os presos e auxilia na reinserção dos apenados na sociedade. Dos mais de 160 internos, seis trabalham na Fábrica de Tubos.