Governo Municipal prestigia Exposição: “O Cultivo do Arroz em São Gabriel na visão de Isaías Evangelho - Acervo Eulália Salgado Leitão”

“É uma noite muito especial com valor imenso para todos nós. São Gabriel é privilegiada por ter sido a terra amada da Tia Eulália. Esta exposição também é o resgate da história e o desenvolvimento deste Município”, afirmou Maria Luiza Bicca Bragança Ferreira - Secretária de Turismo, Cultura, Desporto e Lazer representando o prefeito Roque Montagner, na sexta-feira (17/04), no Museu Nossa Senhora Rosário Bom Fim, durante a solenidade de abertura da Exposição “O Cultivo do Arroz em São Gabriel na visão de Isaías Evangelho - Acervo Sra. Eulália Salgado Leitão”.
A Secretária salientou que Eulália viveu intensamente, de forma alegre e positiva. “A comunidade gabrielense tem uma dívida de gratidão, que hoje um pouco desta está sendo resgatada através desta exposição, pois se trata de uma acervo pessoal histórico que ao longo de sua vida sempre foi cuidado com muito zelo”, frisou Maria Luiza Bragança.
Em nome do Museu, José Fernando dos Santos sintetizou: “Uma memória, uma recordação e um preito de saudade, um nome com letras maiúsculas EULÁLIA SALGADO LEITÃO”, disse Fernando.
Bastante emocionado, representando a Associação Amigos do Museu, o Dr. Gerson Luiz de Oliveira Barreto destacou que toda a dedicação para a organização da exposição foi uma forma de homenagear a saudosa Eulália, pois ela merecia tudo isso e muito mais. Também, agradeceu todos os colaboradores que muitos entusiastas tornaram possível aquele momento.
Em sua manifestação, seu filho - Nabor Salgado Leitão, retratou a simplicidade da mãe Eulália que cativava a todos, pois se realizava profundamente ao viver para praticar o bem. “Mulher de grande religiosidade, era verdadeiramente uma fortaleza, ela jamais foi vista abatida ou triste. Enfrentou com coragem sua enfermidade, uma mulher dedicada, um exemplo de vida”, disse Nabor. Ele ainda destacou algumas das homenagens recebidas por sua mãe, por Instituições como: Sindicato Rural, Farsul, Câmara de Vereadores, entre outras.
Após as manifestações, a bióloga Iana de Souza fez uma apresentação sobre o cultivo do arroz e seus subprodutos ao público presente. O evento que mostrou a história do arroz e sua realidade desenvolvimentista nas décadas de 1930 até nossos dias, com grãos que chegam a nossa mesa com a mais elevada tecnologia, foi uma realização da Associação dos Amigos do Museu e do Museu Nossa Senhora Rosário Bom Fim com o apoio do Governo Municipal e colaboração de empresas parceiras como: Urbano Agroindustrial, Comercial Três Letras Ltda e Sanrigh Materiais de Construção.