Textículos do Mário Mércio

Mário Mércio

Escritor e colunista do site

Vasculhando no Facebook me deparo com uma enxurrada de criticas a nossa tão famosa atriz Fernanda Montenegro, sobre seu beijo no início da novela das 9 que teimam em dizer que é das 8. Duas artistas de prol no cenário nacional e quiçá internacional, inclusive recitando trechos da revolucionária escritora francesa Simone de Beauvoir.

A arte das atrizes, nos diz o escritor Dilso dos Santos, é encantar o publico na sua missão de nos inquietar com a beleza que só elas podem produzir.
Não precisamos reafirmar nossa masculinidade e nem a feminilidade moral jogando pedras em duas atrizes notáveis de nosso tempo. Deveriam formar bloco, isso sim, contra a miséria, a fome, a carência da saúde, da segurança e a da corrupção que nos assola.
Foi simplesmente um beijo e um beijo seja como for, será sempre um sinal de carinho, de amor, de afeto e até de educação que devemos ensinar a nossos filhos e descendentes.
Criticar esse ato é primitivo e medieval e não se coaduna com os tempos atuais, e necessário se faz, que vivamos como é nosso tempo.
Tenham dó! É insano pensar que um beijo macula alguém. Que é uma orientação errada. Nunca fomos orientados a beber água, a comer, a andar, etc, é uma condição da vida, e, portanto normal. O carinho e o amor existem com grande profundidade no ser humano, dito como racional e até em alguns animais irracional.
Beijo é beijo. Beijar não e ruim, movimenta dezenas de músculos de nossa face e acelera nosso coração nos trazendo prazer.
No facebook, qualquer um pode dar sua opinião, mas ser chato devia ser proibido. Criticar os outros é algo muito normal, mas devemos fazer com parcimônia e encantamento, para que o assunto seja repensado, nunca com ofensas à dignidade de alguém.
Cuidemos, assim, o que estamos passando a nossa geração, pois o que dizemos e postamos fica escrito e qualquer um pode ler e copiar.