Cadastro Ambiental Rural foi prorrogado

O prazo para o Cadastro Ambiental Rural, uma das exigências do novo Código Florestal para os produtores rurais, depois de muita mobilização por parte das entidades de classe, foi finalmente prorrogado por mais um ano. A determinação foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 30 de abril, através do Decreto 8439, que dá à ministra do Meio Ambiente, Izabela Teixeira, os poderes legais para prorrogar os prazos do cadastro.
O presidente do Sindicato Rural e vice-presidente da Farsul, Tarso Teixeira, comemorou a iniciativa, como resultado da mobilização dos sindicatos patronais dos produtores rurais. “Havia muitas dúvidas com relação ao processo do Cadastro Ambiental Rural que não foram equacionadas dentro de um prazo razoável, especialmente porque faltava a devida regularização para o Bioma Pampa, que compreende a área das propriedades rurais do Rio Grande do Sul, especialmente da Fronteira Oeste e Campanha Central”, ressaltou.