Conselho Municipal de Educação realiza seminário de gestão democrática

Professores e profissionais que trabalham na área de educação tiveram a oportunidade de discutir e avaliar o Plano Municipal de Educação e proposições como eleições diretas para diretores. O debate aconteceu durante o primeiro encontro do Seminário de Gestão Democrática da Escola Pública. O evento aconteceu na noite de quinta-feira (30) no Auditório da Escola Estadual XV de Novembro.
Entre os painelistas, destaque para o Secretário Municipal de Educação de Alegrete, professor Jorge Sitó e a Coordenadora da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação do RS, professora Salete.
Sitó relatou sobre sua experiência em Gestão Democrática em Alegrete e em especial sobre a “Eleição de Diretores”. 
Salete – que também é presidente do Conselho Municipal de Educação de Lagoa Vermelha - falou sobre Plano Municipal de Educação, que deve ser elaborado pela SEME e aprovado pela Câmara Municipal de Vereadores até junho desse ano. Na discussão, a Meta 19 do Plano, que assegura condições, no prazo de dois anos, para a efetivação da gestão democrática da Educação, associada a critérios técnicos de mérito e desempenho e à consulta pública à comunidade escolar, no âmbito das escolas públicas, prevendo recursos e apoio técnico da União para tanto. 
Participaram do encontro 160 pessoas da comunidade escolar. O próximo encontro acontecerá nesta quinta-feira (07/05).
Fizeram parte da mesa, o Chefe de Gabinete, Luis Pires, representando o prefeito Roque Montagner, a secretária de Educação, professora Nilvanês Jobim, os presidentes dos Conselhos de Educação de São Gabriel e Vila Nova do Sul, professores Jorge Carvalho Silva e Giovane Jardim, além dos painelistas.
Em sua manifestação, o Chefe de Gabinete destacou que a educação é prioridade do Governo Municipal, citando as conquistas realizadas em dois anos de Administração, como aprovação do Sistema Municipal de Ensino, a construção de escolas rurais e o avanço na oferta de vagas na Educação Infantil.
Luis Pires encerrou dizendo que o desafio agora será a elaboração do Plano Municipal de Educação pelo Conselho e a realização de eleições diretas para diretores.