Textículos do Mário Mércio


Mário Mércio
Escritor e colunista do site

NÃO É FÁCIL SER PROFESSOR


Diz o prof. Dilso dos Santos: --Não é fácil ser professor.

Há dias em que os alunos são geniais, demonstram onde querem seguir, em outros parecem seres estranhos que pensam a escola preguiçosamente. Totalmente desligados. Privilegiam certas disciplinas em detrimento de outras. Uns animam a escola, os outros, os relapsos, são o amanhã desempregados, vitimados pela ausência de qualidade, pelo respeito e pela valorização diante da sociedade que não perdoa cobra e pune. 
Vemos escolas que se os mestres fossem substituídos por espantalhos e sacos de areia, serviriam mais aos alunos, que gostam de falsear a sua existência em aula, ou bater em professores.
Precisa haver brasa para haver fogueira, o professor só sopra. Se não há fogo não há luz, só treva.
Por isso nutro uma utopia, hoje difícil, por isso utopia: os alunos, filhos nossos, devem aprender em casa as boas maneiras, o amor pelo estudo e a sabedoria que sem ele não alcançam nada na vida. Que lhes sejam expostos exemplos seguidamente de pessoas bem postas na vida e outras fracassadas, vivendo de subempregos . Uma lavagem cerebral é necessária, assim como o afastamento das drogas, fumo, bebidas e a apologia do culto a educação física e o saber.
Na verdade, nosso país precisa de pais inspirados, dedicados e severos. Que imponham limites. Vivemos uma vida sob limites, porque então não educar desde cedo assim? Que mal há nisso?
Se o governo não investe na educação, então somos obrigados a investir como pais responsáveis, pois colocamos no mundo um ser, que é nossa responsabilidade.
Assim como pagamos pedágio para ter estradas boas, embora seja do governo a obrigação.
Assim como pagamos bom plano de saúde, embora seja obrigação do Estado nos atender.
Quem não (comunica) participa se trumbica—dizia Chacrinha. E é assim com nossos filhos, num mercado seletivo, exigente, mister se faz necessário cada vez mais uma boa educação.
Boa sorte a todos. E muito trabalho. Ação. Pois os pais que educam, terão uma velhice tranquila.