Educadores apresentam carta do campo em evento que marcou encerramento de curso de Educação Continuada



A Universidade Federal do Pampa (Unipampa) concluiu no sábado (30), na Escola XV de Novembro, a primeira edição do Seminário Integrador do Curso de formação continuada “Educação do Campo, refazendo os caminhos na região do Pampa”. Cerca de 30 cursistas de São Gabriel, representando as escolas do campo, concluíram o curso. 
Realizado entre outubro de 2014 e maio deste ano, o evento, organizado pela Unipampa – Campus de São Borja, teve apoio e colaboração da Secretaria Municipal de Educação de São Gabriel.
No encerramento, os educadores divulgaram a Carta do Campo, documento que revela um diagnóstico da educação no meio rural e apresenta reivindicações visando melhorar a qualidade de ensino nas escolas do campo.
O curso foi realizado como ação de extensão da Universidade em parceria com o Ministério da Educação (MEC). De acordo com a professora Lydia Assis Brasil Valentini, responsável pelas escolas do interior, a Educação no Campo é uma proposta que rompe o modelo da cidade, tendo como principal objetivo evitar o êxodo. “A ideia a fazer com que o filho do camponês mantenha a tradição de seus, transmitindo os conhecimentos aprendidos sobre a vida no campo com dignidade e respeito”, explica. 
Segundo ela, o processo leva em conta as necessidades do povo que ali vive suas memórias, herança cultural, sonhos e esperanças. “Devemos, portanto, adotar uma política de educação no campo que proteja um país de direito para todos de fato. A Educação do Campo é um tema atual de discussão, uma luta, uma busca por ensino de qualidade e igualdade de oportunidades”, finalizou. 
Seis escolas participaram do curso: Jerônimo Machado, Maria Manoela, Ernesto José Annony, Ataliba das Chagas, Baltazar Teixeira da Silveira e Presidente Kennedy. Destaque para projetos das instituições de ensino de Azevedo Sodré e Santo Antônio que desenvolveram trabalhos com base na história e riqueza de cada comunidade. 
No Azevedo Sodré, educadores da Escola Maria Manoela apresentaram a Feira da Economia Solidária e Espaço Cultural, beneficiando diretamente os pequenos produtores do Assentamento Guajuviras. No outro lado do Município, na localidade de Santo Antônio, a Escola Jerônimo Machado elaborou o projeto Carreteada Pedagógica, destacando uma das tradições da região de Vista Alegre, os carreteiros. 
Todos os projetos foram apresentados durante o evento de encerramento do curso. A solenidade contou com a presença o chefe de gabinete, Luis Pires, e dos pró-reitores da Unipampa, Helena Bilig e Daniela Lopes, além do diretor, Valdir Stefenon; vereadores, secretários municipais e representantes do Conselho Tutelar e Emater.