Equipe da Vigilância em Saúde entra no prédio da Kiss

Uma equipe da Vigilância em Saúde de Santa Maria entrou, por volta das 14h10min desta quinta-feira, no prédio onde funcionava a boate Kiss. Cinco pessoas analisaram o interior do imóvel em decorrência da suspeita de que pudesse haver focos de proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue. No entanto, nenhum foco foi encontrado no local, mas um produto químico que impede a proliferação do mosquito foi colocado em 23 pontos, entre vasos sanitários e caixas d'água.
Por volta das 15h30min, a equipe deixou o prédio e subiu no telhado do imóvel, onde também há poças de água acumuladas. O local também deve ser analisado e receber produtos químicos.