Quando o amor e a solidariedade são superiores ao tempo

Voluntários da São Gabriel Saneamento e Solví Saneamento transformam Asilo São João e se transformam durante Dia do Voluntariado
O tempo envelhece o corpo, mas não a alma. Esta frase representa bem o aprendizado que cerca de 150 voluntários da São Gabriel Saneamento e Solvi Saneamento, entre colaboradores e familiares, receberam no último dia 30 de maio.
As empresas, integrantes do Grupo Solví, organizaram mais uma edição do projeto intitulado “Dia do Voluntariado”, onde uma instituição da cidade recebe ações sociais e benfeitorias voluntárias. Desta vez, a ação aconteceu nas dependências do Asilo São João, onde os 150 voluntários receberam muito mais do que doaram.

“A gente vem para fazer algo por eles e pelo local onde vivem, mas quem ganha com esta experiência somos nós, que temos a oportunidade de aprender com a experiência destes idosos” afirma Júlio Zoch, funcionário do setor operacional da São Gabriel Saneamento.
Julio Zoch com uma das internas
As marcas do tempo nos rostos dos 24 internos da entidade foram destacadas pelos sorrisos que estampavam durante o evento. Aos poucos a imagem do prédio do Asilo, da década de 40, foi mudando ao receber nova pintura, flores, crianças correndo pelos gramados e música ao vivo.
“É incrível como pequenos gestos fazem tanta diferença. As vovós ficaram animadas com a manicure e os vovôs com um simples corte de cabelo. O contato do meu filho com eles foi algo mágico também”, afirma Vanessa Pozzatti, Auxiliar Administrativo da SGS e mãe do pequeno Inácio de quase 3 anos, que também participou da ação e em alguns momentos dava pipoca na boca das “bizas”.
Carlos Alberto Torres de Menezes, Presidente do Asilo São João, destacou a importância da ação e se mostrou emocionado: “Tem pessoas que fazem acontecer, outras que olham as coisas acontecerem e as que perguntam depois o quê aconteceu; Vocês estão fazendo as coisas acontecerem e isso nos deixa imensamente gratos. Nunca vimos tamanha mobilização”, confessa.
Além de pequenas reformas, pintura, instalação de corrimões, reparos na parte elétrica, jardinagem, manicure, cortes de cabelo e música ao vivo, os voluntários da São Gabriel Saneamento e Solvi Saneamento arrecadaram e doaram mais de 200 litros de leite para a entidade, que gasta cerca de 15 litros por dia.
Depois de algumas horas de convivência, internos e voluntários, encerraram seu dia muito mais alegres. O encontro de gerações, a troca de experiências e a vontade de fazer a diferença, seja ao doar carinho ou ao recebê-lo, fizeram com que as marcas implacáveis do tempo fossem esquecidas durante este dia especial.
“Foi a primeira vez que estive no Asilo, apesar de sempre ajudar com doação de alimentos e roupas. Não sei explicar o que aconteceu, só sei que a partir de hoje, depois das histórias que ouvi e que me emocionaram tanto que me levaram às lágrimas, eu vou visitá-los ao menos uma vez ao mês. Eles precisam de carinho e isso não custa dinheiro. Muitos estão sem ver filhos e netos há meses e mesmo sem laços de sangue podemos dar a atenção que eles merecem” diz Daiana Souza dos Santos, funcionária da SGS.