Prefeito de Rosário deve assinar ficha no PMDB

O prefeito de Rosário do Sul, Luís Henrique Antonello (PSB), deve deixar a sigla socialista para ingressar no PMDB. A tratativa é relatada pelo secretário-geral do partido peemedebista, Júlio Braga, e visa a corrida eleitoral para o próximo ano. Braga garante que a data da assinatura da filiação de Antonello ocorrerá no próximo mês, em data a ser definida. O ato deve contar com a participação de nomes da alta cúpula estadual e nacional do PMDB. 
- Há tempos que esse namoro, entre o prefeito e o PMDB, estava sendo construído. O prefeito é uma liderança e um político que consegue se mostrar um gestor competente em meio à crise que atinge tantos municípios gaúchos _ diz Braga. 
Atualmente, o PMDB não tem bancada na Câmara de Vereadores de Rosário nem compõe a coligação que elegeu Antonello em 2012. À época da disputa do pleito, Antonello e o PMDB estiveram em lados opostos na disputa eleitoral. 
Independentemente da troca de partido, Antonello deve enfrentar uma parada dura na Câmara de Vereadores. Nesta terça-feira, devem começar oficialmente os trabalhos da Comissão Parlamentar Processante (CPP), que visa apurar uma suposta dispensa indevida de licitação para a contratação de uma empresa de informática que prestava serviços à prefeitura. 
A comissão terá até 90 dias para apresentar um relatório, que será votado pelos parlamentares. Na semana passada, os 13 vereadores da Casa apresentaram um novo pedido em que buscam a abertura de um processo de investigação que casse o mandato do prefeito. 
A oposição ainda aponta uma suposta irregularidade na contratação de uma empresa de recolhimento de lixo na cidade. A nova comissão foi aprovada por unanimidade, neste mês, pelos 13 parlamentares da Casa. No primeiro ano da gestão de Antonello, em 2013, o político tinha cinco vereadores na bancada governista. Passados três anos, os cinco parlamentares somaram-se ao bloco de oposição, que domina a Câmara. 
A reportagem do Coluna Ponto de Vista soube hoje à tarde por pessoas próximas ao prefeito rosariense que uma grande festividade deve marcar seu ato de filiação com direito a presença expressiva de lideranças do PMDB em Rosário do Sul.