Textículos do Mário Mércio

Mário Mércio
Escritor e colunista do site

TRÊS ASSUNTOS IMPORTANTÍSSIMOS:

1-Hoje como todos os dias deveria ser consagrado aos cuidados com a DIABETE, todos sabem, aquela taxa de açúcar no sangue que extrapola e cega, que precisa de insulina, que mata e apavora a família toda.
Leio que no Brasil essa taxa é enorme e que as pessoas não acreditam que podem ficar cegas, que estando a taxa de açúcar alta os olhos criam um liquido que prejudica e danifica o globo ocular, mais ou menos isso, não é minha especialidade, mas foi o que captei de médicos que fazem o alerta.
Exames de sangue e urina uma vez ao ano ajudam a conhecer a saúde e se precaver.
Eu, por exemplo, sempre tive a taxa de glicose baixa, as vezes até baixa demais, mas no ultimo exame constatei que estava acima do permitido dois pontos. E já me dei conta que meu corpo reagia toda vez que comia algo doce. Sentia um mal estar, enjoo . Tratei de me precaver. A gente se cuida tanto do sal e esquecemos do açúcar.
Leio que os hospitais estão lotados por pacientes descuidados, que se se cuidassem não estariam ali mais de 70% deles. É um alerta!.
Os furtivos caminhos da doença vão agindo e destruindo à socapa os organismos desprevenidos, não levando em conta ninguém. Estar atento e preparado, se prevenindo ao menor alarme, cuidando de seu invólucro carnal como se fosse de ouro.
Não adianta cuidar do carro, do trabalho, da família se não cuidar a si proprio.

2-TEMPOS MODERNOS

Não me canso de falar aqui do excesso de tecnologia. Passei 30 anos de minha vida lidando diretamente com criminosos e sei o quão são capazes de usar essa mesma tecnologia que nossos filhos e netos estão usando.
Leio que jovens estão até dormindo com seu smartphone conectado. Isso significa o que? Que no meio do sono podem ser despertados. Isso interfere na saúde e na parte psicológica da pessoa. O escritor romancista inglês Charles P. Snow faz o alerta: “ A tecnologia nos traz grandes vantagens com uma mão, mas nos apunhala com a outra.
Deixar Smarthphone e PCs no quarto não é aconselhável que os pais permitam. O negócio é dialogar, pois aos pais cabe administrar a casa e a vida dos filhos, para não chorar depois.
Numa casa deve haver lugar para tudo e quarto não é lugar de internet.
Claro que a privacidade deve ser respeitada, mas o ambiente virtual da casa deve ser usado com regras bem definidas para que as mais fantásticas conquistas não se transformem em pesadelo e sofrimento., Como alerta o escritor Osvino Toillier- que finaliza: “ É preciso, sobretudo, ter consciência de que não podemos expor-nos inocentemente, revelando nossa intimidade ingenuamente. Então todo cuidado é pouco.

3-SEGURANÇA PÚBLICA, AS DIFICULDADES.....

É promotor Eugênio Amorim que faz o alerta:
A BM faz a segurança ostensiva, com grande numero de viaturas, cavalos, motos e PMs e isso é bom, e precisa mais gente e mais viaturas, e mais cavalos e motos. Que o modelo de hierarquia é bom, mas também que há excessos no trato com a população, mas reconhece que os PMs têm que ser duros e serem respeitados. Senão vira o caos.
Mas dai surge outra necessidade, que este serviço todo e aparato todo seja acompanhado pelas ações da polícia civil na investigação e na preparação do inquérito para evitar facilmente a liberdade dos presos e detidos. Um flagrante ou um pedido de preventiva muito bem delineado muitas vezes necessita de uma boa investigação e provas contundentes, recolhidos elementos suficientes de prova contra os suspeitos. Sem isso, sem uma perícia, tudo fica dificultado. E sabemos que nossos órgãos de perícias, IGP,DML DC estão sucateados. Que a dependência da prova oral de vítimas e testemunhas sob constante ameaças, negando a falar o que viram, acabam protegendo seus algozes. Isso atinge a Justiça Criminal em cheio.
O Promotor cita um exemplo: Um local de morte precisa ter fotografias com todos os detalhes, acrescido de uma análise de perito, isso pode ser importante para elucidar o crime, pois do morto nada se pode esperar. Os registros do local, o mais rápido possível, falam por si, quando não há testemunhas ou quando desmentem a prova oral muitas vezes falsa e combinada. Assim como os exames de necropsias que apontam os ferimentos, trajeto, que falam em lugar da vítima e desmentem testemunhas, muito comum nos Tribunais de Júri. Mas estes exames devem vir aos autos logo e não meses depois atrapalhando a denúncia e por tanto, o processo todo.
Assim que chegamos a conclusão que quando houver algum caso assim com amigos ou familiares é bom alertar e insistir em todas as investigações através de seu advogado.