Prefeito Roque participa de Audiência Pública para Revisão do Plano Diretor

O Governo Municipal através da Secretaria de Obras, Habitação, Urbanismo e Meio Ambiente juntamente com a Secretaria de Gestão e Relações Comunitárias realizou na noite de quarta-feira (05), no Salão de Atos do Palácio Plácido de Castro, a Audiência Pública (AP) para tratar sobre a Revisão do Plano Diretor do município. O local do evento esteve totalmente lotado com a participação e interação da população representada por diversas lideranças comunitárias; membros da sociedade civil, organizada, engenheiros, arquitetos, urbanistas, empresários, entre outros.
O prefeito Roque Montagner acompanhou a Audiência que foi coordenada pelo Secretário de Obras e Engenheiro Civil - Felipe Abib, onde este apresentou um breve relato detalhado da situação atual do Plano Diretor e as principais sugestões a serem acrescentadas ou também aquelas já existentes e que por algum motivo até mesmo para obedecer as questões legais atualizadas devem ser substituídas ou alteradas.
A Audiência ainda contou com a participação importante do Engenheiro Civil e vereador Carlos Alberto Maccord Lannes (Cacaio) que colaborou muito com explicações sobre os assuntos abordados.
Felipe Abib destacou que o Plano Diretor é a legislação que rege sobre questões urbanísticas do município, e que uma das etapas do processo de revisão do mesmo é a realização de Audiência Pública. Segundo ele: “O Governo Municipal está oportunizando esta noite que a sociedade possa contribuir com as prerrogativas do Plano que, após ser adequado, será o instrumento legal que ditará as normativas para orientar a política de desenvolvimento e de ordenamento da expansão urbana de São Gabriel”, afirmou o secretário.
Já o prefeito Roque agradeceu a presença dos munícipes e enalteceu a colaboração de cada um, ressaltando que a Administração Municipal de forma democrática, e com responsabilidade tem seguido todas as etapas do processo de Revisão do Plano Diretor.
Durante a AP, os participantes destacaram os temas de maior relevância do Plano, entre eles: questões prioritárias da atualização que regem sobre as políticas das áreas de interesse ambiental, recuos em áreas de APP; Índices de Construção; Altura de Edificações e Atividades Permitidas na ZR2, entre outros, todos imprescindíveis ao desenvolvimento da cidade.
Ao final do encontro, Felipe Abib relembrou que todas complementações e propostas apresentadas já vem sendo discutidas de forma consensual com a comunidade e profissionais técnicos através de reuniões e Audiências. Segundo ele, tudo está sendo documentado para após passar por todas as etapas deverá ser redigido o Projeto de Lei do Plano Diretor, referendado pelo prefeito e enviado para apreciação e votação no Poder Legislativo.