Em coquetel, Clube Caixeiral apresenta sua candidata ao Senhorita Caixeiral


A 42ª edição do Senhorita Caixeiral terá, após 6 anos, uma candidata de São Gabriel. Trata-se da jovem Fabiana Kaufmann, de 19 anos, que já tem no currículo o título de Rainha do Arroz 2014, Rainha dos 168 anos de São Gabriel, dentre outros.
O concurso ocorre nos dias 17 e 18 de outubro na cidade de Bagé e a expectativa para que Fabiana traga um grande resultado para São Gabriel é muito grande.


Na noite de ontem, na sede do Clube Caixeiral foi realizado o coquetel de apresentação e entrega da faixa a candidata gabrielense pelo Presidente Aroldo Teixeira. Aroldo, juntamente com a primeira-dama do clube Susete Teixeira e uma direção composta por pessoas abnegadas tem feito um trabalho no sentido de retomar os grandes momentos do Centenário Caixeiral.


Durante os pronunciamentos no coquetel, o sentimento era um só: o de vitória.
A começar pela candidata Fabiana Kauffmann. "Agradeço o convite e podem ter certeza que vou dar o melhor de mim", disse a jovem que, posteriormente, recebeu flores da primeira dama Susete Teixeira.


Após, foram chamadas a última Rainha da Primavera, Gabriele Teixeira, e a Rainha Baby do Carnaval Infantil do Caixeiral, Dani.
O Presidente Aroldo Teixeira em sua manifestação destacou a dedicação de sua equipe na retomada do clube.


"Nós podemos reativar este clube. Em breve, vamos ter eventos aqui dentro. Vendo vocês aqui hoje, me encho cada vez mais de motivação e de energia positiva. Estamos fazendo o melhor pela nossa entidade.", disse emocionado.


Quem também se manifestou foi o ex-presidente Jorge Borges.
"Assumi num momento crítico. E mantivemos o Caixeiral vivo. Trabalhamos muito em 2 anos e hoje, o Caixeiral está em boas mãos. Os bons tempos vão voltar", disse.

Encerrando seu discurso, o Presidente Aroldo disse que o pensamento olhando para o futuro será fundamental nesta retomada.
"O passado, os erros administrativos já foram, eu penso para o futuro. Disposição nós temos e vamos lutar para reerguer o clube", finalizou.

UMA HISTÓRIA CENTENÁRIA
Em 19 de maio de 1895 foi fundada a União Caixeiral Gabrielense. Iniciando suas atividades após o encerramento do ciclo sangrento da Revolução de 93 teve caráter eminentemente de pacificação da família gabrielense, tarjada de luto pela pavorosa hecatombe.
Reuniram-se no Salão da Sociedade Literária Gabrielense, os senhores João Gabrielense, João Batista de Quadros, Izidoro Vinadé e Abel Corrêa, sob a presidência do primeiro, tendo o mesmo passado a presidência, após, a João Batista de Quadros que encarregou-se de explicar os fins da reunião e os objetivos que pretendiam alcançar, com a fundação da nova sociedade.
Alguns acontecimentos relevantes marcaram a vida da entidade. Em certa ocasião o Caixeiral negou seus salões para uma reunião presidida pelo então ministro da Guerra, Setembrino de Carvalho, visto a Diretoria ter sido informada que a reunião visava fins políticos. Nesse particular a sociedade sempre foi intransigente.
Outra particularidade marcante da velha sociedade é ser portadora de valiosa biblioteca, principalmente de fundo histórico. A sociedade gabrielense muito deve ao velho Caixeiral. Uma das relíquias da cidade, portadora de vultoso patrimônio tanto material como social, pois pelos seus vastos salões inúmeras gerações desfilaram no são convívio espiritual. (Fonte: Livro “São Gabriel na História”, de Aristóteles Vaz de Carvalho e Silva)