II Conferência Municipal de Políticas Públicas recebe grande público

Sempre na busca da valorização das mulheres, foi realizada a II Conferência Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, na última quarta-feira, (23/09), no plenário da Câmara Municipal, que esteve lotado.
O evento foi uma realização do Governo Municipal através da Secretária de Gestão e Relações Comunitárias, em especial, da Coordenadoria Municipal de Mulheres juntamente com o PTTS/ Minha Casa, Minha Vida - Secretaria de Obras, Habitação e Meio Ambiente, o CAAS Zona Oeste e Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos.
O prefeito Roque acompanhado da 1ª Dama - Maria Izabel Cortiana Ferreira Montagner esteve presente na abertura da Conferência, assim como, diversos secretários municipais, vereadores, mulheres representantes de inúmeras entidades, convidados especiais, inclusive representantes do município de Rosário do Sul.
O Chefe do Executivo parabenizou todas as mulheres participantes, deixando o reconhecimento público do Poder Executivo ao trabalho que vem sendo desenvolvido pelas mulheres guerreiras, inteligentes, e que ao longo dos últimos tempos, conquistam cada vez mais espaços nos mais variados setores do Município, Estado e País. “Vocês mulheres, vem contribuindo de forma relevante para o fortalecimento da família e com o Governo Municipal”, frisou o prefeito.
Em sua manifestação, a Secretária de Gestão e Relações Comunitária - Tani Vieira frisou que a referida conferência era uma oportunidade de esclarecimento sobre direitos, atitudes e muitas orientações sobre como vencer o desafio de ser mulher, elencando inclusive todas as conquistas pelas mulheres proporcionadas pela Administração Municipal, onde o prefeito Roque deu toda a liberdade para a criação e atuação da Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres”, disse a secretária.
“Um verdadeiro sucesso”, assim resumiu a coordenadora da Coordenadoria Municipal de Mulheres - Glause Abreu.
Durante todo o dia foi desenvolvida uma intensa programação, inclusive com palestras ministradas por Élida Maciel e apresentações artísticas. Também foram apresentadas as seguintes proposições: Pela relatora Laís Espinosa - Instituir efetivamente o Conselho Municipal da Mulher (Grupo de discussão para a análise da Lei Ordinária 3.688, que institui o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher - Laís Espinosa, Vera Aloy, Vera Machado, Glause Abreu e Cláudia Gonçalves), Capacitação e Educação continuada para os profissionais que vão trabalhar com as vítimas de violência, Fortalecimento da rede de atendimento de todas as Políticas Públicas, Implantação e manutenção da Casa de acolhimento, com equipe multidisciplinar para o atendimento, Equipar o Cartório Especializado em grupos vulneráveis, juntamente com uma equipe multidisciplinar, junto a Delegacia de Policia Civil e Priorizar o atendimento do CAPS às mulheres com dependência química, com articulação da Política de Trabalho para garantir a inserção dessas mulheres no mercado de trabalho. Já pelas relatoras - Maraisa Medina e Marcelle Mello - Valorização da mulher no mercado de trabalho, Capacitação destinando bolsas de estudos para mulheres que estudaram até o Ensino Médio, proporcionando também cursos e materiais necessários gratuitos, às mulheres em vulnerabilidade social, Incluir as mulheres independentemente de idade ou raça e egressas do sistema penitenciário, pois possuem dificuldade de ingressar no mercado de trabalho e Implantação de programas com oficinas para os bairros de difícil acesso.
Ao final da conferência foram definidos os seguintes Delegados - Representando a Sociedade Civil - Programa Minha Casa, Minha Vida: Titulares - Vera Machado e Vera Berni, Suplentes - Márcia Flores e Magda Lisboa, Pastoral da Criança - Marlene Figueiredo dos Santos - Cláudia Gonçalves (UAMOSG), Representantes Governamentais - Mariuza Saraiva, Glause Abreu e Carmem Silva Barbosa, Suplentes - Sandra Lorenz, Michele Samboray e Solange Catellan.