Operação Policial na BR-290 termina em prisão e apreensão de quase dois quilos de maconha

A prisão de Daniel Marinho Vieira, de 37 anos, no final da noite de sábado (26), concluiu um trabalho de investigação e vigilância que já durava cerca de dois meses, revela a Polícia Civil de São Gabriel. Vieira – junto com Júlio César da Silva Camargo, também com 37 anos – foi preso na BR-290, quando retornava para a cidade, em uma operação policial da Equipe Antinarcóticos, coordenada pelo delegado de polícia José Soares de Bastos, com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e PATAMO. A reclusão dele representa um “baque” no comércio de drogas na cidade, principalmente na zona oeste, nos bairros Cidades Nova, Mariana e Vieira, onde ele residia quando estava em São Gabriel.

O que reforçou o trabalho de investigação, conforme informou a equipe especializada no combate ao tráfico de drogas, foram as inúmeras denúncias contra Daniel. Moradores da região revelaram – de forma anônima – a existência de pontos de venda de drogas e, em alguns casos, informaram a movimentação (com chegada e saída de carros) da região onde mora o acusado.
Segundo a Polícia Civil, Daniel já era considerado “patrão”, que na linguagem do tráfico, significa uma posição de comando no esquema de distribuição da droga. A investigação revelou que o acusado trazia com frequência os entorpecentes de Santa Maria, onde também residia. O que faltava, para a Polícia, era flagrar uma destas ações.

Daniel é um dos presos
FLAGRANTE:
O esquema era bem planejado. Desta vez, um veículo trouxe de Santa Maria a droga até parte do caminho, onde Daniel recebeu o material e transportou para São Gabriel. O erro, no entanto, foi não notar a presença da Polícia.
“Visualizamos um veículo marca Peugeot e outro GM Monza no acostamento. Permanecemos no local até que os veículos seguissem em deslocamento para São Gabriel. Durante o trajeto, notamos que o Peugeot voltou a parar”, explicou o policial.
Ao ser abordado, o motorista do Peugeot admitiu que havia sido repassada uma mochila de um carro para o outro, mas negou ter conhecimento do conteúdo.
Próximo a cidade, Daniel e Júlio César (e mais um terceiro elemento) foram presos pela PRF com apoio de uma equipe da PATAMO. Uma mochila com cerca de dois quilogramas de maconha foi descartada pelos acusados ao se aproximarem da barreira policial. O material foi apreendido pelos agentes e os acusados presos em flagrante.

Fonte: N1 notícia