Incêndio queima sede da Tchê Pão

Um incêndio queimou a sede da empresa Tchê Pão. O fogo iniciou por volta de 9 horas e só foi extinto pelo Corpo de Bombeiros depois de uma hora de atividade, com apoio de uma equipe e utilização de um caminhão tanque do 6º Batalhão de Engenharia de Combate (6º BE Cmb).
A empresa São Gabriel Saneamento também cedeu um veículo, mas o caminhão não pode ser utilizado (pois a pressão de bombeamento é baixa, já que o caminhão pipa da empresa não tem a finalidade de combate a incêndios.). O Corpo de Bombeiros não confirmou oficialmente a causa inicial do fogo.
Funcionários informaram que as chamas se alastraram rapidamente e teriam começado com o vazamento de um líquido antimofo. No momento do incêndio vários funcionários estavam no local. Não houve registro de feridos. Mobilizados, os próprios empregados e proprietários da empresa salvaram móveis e papéis do setor administrativo, única área da Tchê Pão que não foi atingida pelo sinistro.
A ação rápida das equipes de combate ao fogo impediu que as chamas chegassem a central de gás e evitou um acidente de maior proporção. A empresa Tchê Pão está localizada em área residencial, no Bairro São Clemente. A preocupação inicial do Corpo de Bombeiros foi proteger as moradias situadas ao arredor, evitando que o fogo se espalhasse.
Uma fumaça densa escureceu o céu e pode ser vista do outro lado da cidade.

HIDRATANTES 
O Corpo de Bombeiros informou que o combate ao fogo foi prejudicado pela falta de hidrantes na região do incêndio. Segundo os bombeiros, um ponto para abastecimento de veículos, que funcionava em frente à Tchê Pão, foi desativado (lacrado) pela concessionária São Gabriel Saneamento. Ainda, segundo os bombeiros, mais dois hidrantes – um localizado a cerca de 150 metros do local – também não estavam em funcionamento. O Corpo de Bombeiros notificou, este ano, a São Gabriel Saneamento e solicitou a ativação de hidrantes visando evitar problemas de abastecimento dos veículos. Em ofício, encaminhado para a empresa no dia 18 de setembro, o comando do CB pediu a reativação de hidrantes localizados em pontos estratégicos dentro do Município (na época foram citados quatro pontos, mas nenhum está situado no local do incêndio desta sexta-feira).

O QUE DIZ A SG SANEAMENTO 
Bombeiros evitaram que fogo 
chegasse a central de gás
A direção da São Gabriel Saneamento confirmou a desativação do hidrante localizado em frente a empresa Tchê Pão. No entanto, informa que a retirada do equipamento foi solicitada pelo proprietário da panificadora, Neldo de Oliveira Preissler, que, na época, teria alegado não querer nada na calçada da empresa. A SG Saneamento tem documentação que comprova as declarações.
A Concessionária ainda apresentou documentos que revelam que, em setembro, foi realizada uma vistoria completa pelo Corpo de Bombeiros em toda a rede de hidrantes da cidade, sendo constatado problemas em quatro deles (General Câmara, Manoel Antônio de Macedo, Clara Nunes e Barão de São Gabriel). Segundo o Gerente da Unidade, Luiz Antonio Bertazzo, um dos pontos não foi localizado pela empresa, outro estaria em perfeito funcionamento e foram adquiridos novos equipamentos para reativar os outros dois hidrantes. “Isso só ainda não foi feito, por causa do mau tempo”, explicou. A Concessionária nega que os hidrantes situados nas proximidades do local do incêndio estejam fora de funcionamento.
Bertazzo explica que, no dia 22 de setembro, a São Gabriel Saneamento se colocou à disposição para realizar uma vistoria conjunta com os Bombeiros em todos os hidrantes da cidade, conforme ofício encaminhado ao Comando da Unidade.

Fonte: N1 Notícia