Ampliação de vagas na educação infantil e implantação do sistema municipal de ensino estão entre as conquistas

A Prefeitura Municipal vai ampliar o número de vagas oferecidas na educação infantil em 2016. A informação é da secretária Municipal de Educação, professora Nilvanês Jobim. 
Depois de praticamente dobrar o atendimento às crianças menores de 5 anos – de 2013 a 2015, a Secretaria Municipal de Educação (SEME) deverá ultrapassar a marca de dois mil alunos matriculados em escolas de educação infantil, somando-se também crianças de Pré-A e Pré-B. O índice foi divulgado na semana passada durante balanço anual da SEME, apresentado durante o Seminário de Governo realizado na Banana Café. 
A meta para 2016 é ampliar em 440 o número de vagas ofertadas, passando das 1.594 registradas hoje para 2.034. “Essa é uma de nossas prioridades. Sabemos que um governo precisa atender demandas e priorizar o atendimento a população. Hoje, todas as crianças menores de 5 anos precisam estar em sala de aula e o governo municipal trabalhou para atingir essa marca”, comentou a secretária.
Se a ampliação de vagas na educação infantil está entre os destaques da Secretaria de Educação em 2015, a educação no campo – onde projetos voltados para a realidade de cada comunidade foram desenvolvidos individualmente – passou a figurar em pé de igualdade com as escolas da sede do Município.
Durante o ano, através de parcerias com a Unipampa e outras entidades, foram desenvolvidas ações que focaram a história de cada região. A secretária de Educação ressalta projetos de resgate da cultura dos carreteiros, na região de Vista Alegre, e de valorização da agricultura familiar no Assentamento Guajuviras, no Azevedo Sodré. 
Na mesma região, a Escola Maria Manoela aparece entre as instituições de ensino que mais se destacaram na aplicação de projetos voltados para a comunidade. 
A escola também é a pioneira na implantação da educação infantil. Este ano, junto com a João Giuliani – na Formosa, formou as primeiras turmas nesta área. A partir do próximo ano, a SEME vai disponibilizar vagas em toda a rede de escolas do campo, cabendo aos pais efetuar as matriculas na Sede da Secretaria ou direto nas secretarias das Escolas.
No balanço apresentado pela SEME, a Secretaria destacou projetos de formação pessoal e capacitações de monitores, professores e supervisores para atendimento a alunos de com deficiência e Transtornos Globais de Desenvolvimento (TGD). 
E todos os benefícios adquiridos em 2015 e que virão a partir de 2016 passam pela implantação do Sistema Municipal de Ensino, esta sim, a maior conquista do ano. O Conselho Municipal de Educação já cadastrou todas as escolas e o Governo Municipal aprovou o Plano Municipal de Educação e Lei dos Conselhos Escolares, o que garante ao Município autonomia em ações voltadas para o setor.