Prefeitura de São Gabriel decreta 3 dias de luto oficial em homenagem ao ex-prefeito Erasmo Chiappetta

O ex-prefeito de São Gabriel, José Erasmo Dias Chiappetta, foi sepultado no final da tarde de domingo (13), às 18 horas, no Cemitério da Santa Casa de Caridade. O corpo do líder trabalhista chegou ao município no começo da manhã e foi velado no saguão da Prefeitura Municipal. Durante o dia, vários amigos e parentes prestaram as últimas homenagens ao político e agropecuarista. Erasmo faleceu na tarde de sábado (12), em Porto Alegre. 
“Cedemos o prédio da Prefeitura para que a população pudesse se despedir desta que foi uma pessoa importante para a história politico-administrativa de São Gabriel. Nossa comunidade perdeu uma personalidade ilustre que prestou relevantes serviços para a nossa sociedade, seja como prefeito ou deputado ou ainda no setor agropecuário, onde sempre foi atuante”, comentou o prefeito.
Entre as autoridades presentes estavam os ex-prefeitos de Santa Margarida do Sul, Italmar Chaves, e de São Gabriel, Rossano Dotto Gonçalves; o deputado federal Pompeo de Mattos; e o prefeito de São Gabriel, Roque Montagner.
O parlamentar gaúcho foi o que mais falou. Fez relatos de vida e da importância de Erasmo Chiappetta para o trabalhismo. O prefeito Roque encerrou o espaço concedido para manifestações durante o Ato Público realizado na Prefeitura Municipal. “São Gabriel perde um homem de valor extraordinário, um ex-prefeito, ex-deputado que muito contribuiu para o desenvolvimento de São Gabriel. Todos nós perdemos um pouquinho, perderam os amigos, perdeu o PDT o seu fundador; carismático com um sorriso largo e que cativava a todos. Perdeu a família! A esposa o companheiro inseparável de todas as as horas, perderam os filhos um pai amoroso e dedicado, fonte de suas inspirações, perdeu o agronegócio um pecuarista empreendedor e de tradição ”, comentou o chefe do Executivo Municipal.
O prefeito Roque Montagner decretou Luto Oficial por três dias nesta segunda-feira, mas os atos em homenagem ao ex-Chefe do Poder Executivo iniciaram ainda no domingo, com a cessão do Palácio Plácido de Castro para os atos fúnebres e com as bandeiras (Município, Estado e Brasil) a meio mastro.
A Prefeitura Municipal também cancelou a abertura do Natal dos Sonhos, evento que seria realizado na noite de domingo. O festival “Canta Tchê”, organizado pela Rede Tchê de Comunicações, com shows musicais, também foi transferido para o dia 10 de janeiro.