Secretaria da Saúde divulga ações para a campanha dezembro vermelho de combate a AIDS

A Secretaria Municipal da Saúde divulgou nesta terça-feira (01/12) o cronograma de ações previstas para este mês dentro do chamado “Dezembro Vermelho”, com atividades direcionadas ao enfrentamento do HIV/aids e outras doenças sexualmente transmissíveis. O projeto foi aprovado pela Câmara dos Deputados em agosto deste ano. Os autores são os deputados Erika Kokay (PT-DF), Paulo Teixeira (PT-SP) e Jean Wyllys (Psol-RJ).
Entre as ações que pretende promover estão testes rápidos em todas as Unidades Básicas de Saúde entre esta quarta-feira (02/12) e domingo (20/12). Veja no quadro abaixo as datas e horários de atendimento em cada Unidade.
O “Dezembro Vermelho” acontece no mês que mundialmente comemora-se o dia de combate a AIDS. Transformar o 1º de dezembro em Dia Mundial de Luta Contra a Aids foi uma decisão da Assembleia Mundial de Saúde, em outubro de 1987, com apoio da Organização das Nações Unidas – ONU. A data serve para reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com as pessoas infectadas pelo HIV/aids. A escolha dessa data seguiu critérios próprios das Nações Unidas. No Brasil, a data passou a ser adotada, a partir de 1988, por uma portaria assinada pelo Ministério da Saúde.
Para identificar apoio a causa, um laço vermelho é visto como símbolo de solidariedade e de comprometimento na luta contra a aids. O projeto do laço foi criado, em 1991, pela Visual Aids, grupo de profissionais de arte, de New York, que queriam homenagear amigos e colegas que haviam morrido ou estavam morrendo de aids.
O laço vermelho foi escolhido por causa de sua ligação ao sangue e à ideia de paixão.
O mês de dezembro será dedicado ao alerta para a importância da prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças sexualmente transmissíveis.
A aids é o estágio mais avançado da doença que ataca o sistema imunológico. A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, como também é chamada, é causada pelo HIV. Como esse vírus ataca as células de defesa do nosso corpo, o organismo fica mais vulnerável a diversas doenças, de um simples resfriado a infecções mais graves como tuberculose ou câncer. O próprio tratamento dessas doenças fica prejudicado.

Cronograma de atividades dezembro vermelho 
Secretaria Municipal de Saúde/2015