Operação prende três pessoas por tráfico de drogas

Três pessoas foram presas na manhã desta quinta-feira em operação da Polícia Civil em Caçapava do Sul, na Região Central do Estado. A ação foi realizada com o objetivo de desestruturar uma quadrilha envolvida no tráfico de drogas que é liderada por um detento do Presídio Estadual de Caçapava do Sul.
Além das prisões, a Operação Estrila resultou na apreensão de munição e celulares. Foram bloqueadas três contas bancárias utilizadas pelo grupo, que é considerado a maior organização criminosa da cidade.
Participaram cerca de 30 policiais de Caçapava do Sul, São Sepé e Cachoeira do Sul. Cães do Departamento Estadual do Narcotráfico (Denarc) foram utilizados para buscar entorpecentes, mas não houve apreensão de drogas.
A operação tinha seis mandados de busca e apreensão a serem cumpridos, além de cinco mandados de prisão. Os três detidos já haviam sido presos no fim de 2014 por tráfico de drogas.
A quadrilha se intitulou como Primeiro Comando do Forte, devido à atuação em pontos próximos do forte da cidade. Segundo o delegado Fabrício Santis, pelo menos três pontos de tráfico são controlados pelo grupo há cerca de um ano.
Durante os cinco meses de investigação, duas pessoas já haviam sido presas. Além disso, 3 kg de maconha, 1kg de crack e 300g de cocaína foram apreendidos.
A operação recebeu o nome de Estrila, devido ao som emitido por grilos. É uma referência ao chefe do grupo, Rodrigo Alves dos Santos, apelidado de grilo, que está preso há cerca de um ano por tráfico de drogas. Uma das pessoas presas nesta quinta-feira é mulher dele.

RÁDIO GAÚCHA SANTA MARIA