Preencha seu cadastro e um consultor vai até você

Image and video hosting by TinyPic

Comissão especial do Teatro Harmonia ouve Jenny Chagas

A Comissão Especial da Câmara de Vereadores formada para saber os motivos da paralisação das obras do Cine Teatro Harmonia, que está em processo de restauração, ouviu na manhã desta quinta-feira (17) a professora Jenny Maria Garcia Chagas, que deixou as atividades referentes às obras no final do ano passado. Jenny explicou os motivos de sua saída e revelou as razões do atraso das obras.
A Comissão, formada pelos vereadores Caio Rocha (PR, presidente), Karen Lannes (Solidariedade), Néca Bragança (PCdoB), Sildo Cabreira (PDT) e Sandra Xarão (PT) abriu espaço para que a ex-presidente do Instituto Harmonia se manifestasse. O presidente da Comissão, vereador Caio Rocha, pediu que ela reavaliasse qualquer decisão de deixar a obra. "São Gabriel não pode dispensar seu trabalho, crescemos conhecendo o Harmonia, inclusive é de nossa autoria o projeto de lei que pediu seu tombamento", afirmou.
Jenny agradeceu, mas disse que o mérito não é só dela, mas de todos os envolvidos na obra. Ela informou que o projeto teve de ser readaptado por exigência do Corpo de Bombeiros e que as obras foram obstruídas por impasses burocráticos e que por opção dela, não quis mais continuar nas mesmas. A comissão ainda teve acompanhamento do vereador Valdomiro Lima (Chiquinho), do PSDB. Os parlamentares buscarão conversar com o Executivo para encontrar soluções para este impasse.