Preencha seu cadastro e um consultor vai até você

Image and video hosting by TinyPic

EM REUNIÃO COM PRODUTORES RURAIS, PREFEITURA CONFIRMA EQUIPES NO INTERIOR E IMPLANTAÇÃO DE DOIS TURNOS

A Secretaria de Transportes vai iniciar um mutirão na zona rural do Município. As ações serão realizadas em conjunto com a Secretaria de Agricultura em pontos considerados críticos de estradas do interior de São Gabriel. A data ainda não foi definida porque depende de tempo bom para iniciarem os trabalhos. A informação é do prefeito Roque Montagner.
Ele anunciou a medida logo após participar de reunião com representantes de várias regiões do interior do Município. O encontro foi realizado na manhã desta segunda-feira (11), no salão de atos do Palácio Plácido de Castro, e teve a presença de cerca de 50 produtores rurais, motoristas de ônibus e lideranças de classe. Ainda participaram os vereadores Marcos Vieira, Adão Santana, Claudiomiro Borges e Valdomiro Lima; os secretários de Transportes, José Valdecir Pires; de Administração, Caio Aloy; de Compras, Ivel Xarão; de Agricultura, Valdoci Ramos Rodrigues; e ainda o Chefe de Gabinete, Luis Pires.
Entre as ações previstas para os próximos dias estão a implantação de duas equipes para atender a zona rural, sendo uma para a zona sul e outra para as regiões ao norte do Município; a nomeação de novos operadores de máquinas (aprovados em concurso público) e a ampliação de horários de trabalho, criando dois turnos de seis horas cada um.
Paralelamente a tudo isso, a Secretaria de Transporte terá uma equipe emergencial para atender problemas que surgem em pontos isolados ou casos que necessitam de ação imediata. Essa equipe será itinerante e atuar somente em pontos críticos.
A Prefeitura ainda terá reuniões com produtores, na zona rural, e com o comando da Guarnição Militar Federal. Na cidade, com o Exército, o objetivo é formalizar uma parceria que possibilite o uso de maquinário pesado para a manutenção das estradas. “Mas eu sei que vamos depender do Comando do Sul. O comandante de São Gabriel é parceiro, mas ele não pode fazer nada sem autorização do comando”, explicou o prefeito.
A parceria com o Exército foi sugerida pelo presidente da Associação dos Arrozeiros, Paulo Lederes, que ainda solicitou a ampliação de um turno para os profissionais que trabalham em patrolas no interior do Município. “Em período de planta e colheita nós trabalhamos até 24 horas por dia. É inaceitável que a Prefeitura coloque um patroleiro para trabalhar apenas seis por dia. Se a lei não permite que ele trabalhe mais que isso, que então se faça dois turnos”, argumentou.
Outras sugestões foram apresentadas por pequenos produtores de diversas localidades do interior. A maioria questionou a falta de trafegabilidade, impossibilidade de acesso do ônibus escolar e o medo de aumentar os prejuízos com as lavouras com os problemas com as estradas.
O prefeito Roque Montagner disse que o orçamento da Secretaria de Transportes é insuficiente para ampliar a logística. Por isso já foi encaminhado para Brasília um projeto que prevê a destinação de R$ 4 milhões para aquisição de maquinário. “Sem maquinário e sem operadores, é impossível atender toda a zona rural”, finalizou.