Cilon tem projeto de lei sobre transição administrativa premiado em Brasília

O vereador Cilon Lisoski (PR) participou recentemente da 14ª Marcha dos Vereadores, que ocorreu de 26 a 29 de abril em Brasília, no Distrito Federal. Na ocasião, o parlamentar defendeu várias propostas e participou da elaboração da carta do evento, além de ter tido seu Projeto de Lei que implementa a obrigatoriedade do processo de transição administrativa entre governos municipais premiado em 1º lugar.
Durante o evento, o vereador assinou a Carta da 14ª Marcha dos Vereadores, documento encaminhado à Presidência da Republica que, dentre outros itens, cobra o fim do foro privilegiado para casos de corrupção, cumprimento integral da Lei da Ficha Limpa, redução de gastos com a máquina administrativa para assegurar maior eficiência do serviço público e urgência na implantação do Novo Pacto Federativo parar dar mais autonomia aos municípios. "Esta carta foi encaminhada não somente à Presidência da República, mas também ao Senado, Câmara Federal e demais poderes, para que o Brasil possa estar em ordem administrativa, assim como os municípios serem beneficados. Não é possível que os municípios continuem sofrendo", frisando que participou da elaboração do documento.
O vereador ainda apresentou o Projeto de Lei que regulamenta a transição entre governos que já foi aprovado localmente, que foi avaliado e premiado em 1º lugar na Marcha. "A repercussão foi tamanha que demais vereadores e deputados federais buscaram saber mais informações, é gratificante este reconhecimento". Cilon ainda teve conversações com o deputado Covatti Filho (PP) e dirigentes da PRF, levando uma moção de apoio pela permanência do posto de São Gabriel.