Aberto oficialmente o ano letivo das creches

Cumprindo com um compromisso histórico de suas gestões à frente da Prefeitura Municipal, o prefeito de São Gabriel, Rossano Gonçalves, abriu oficialmente o ano letivo das Creches municipais, em solenidade transcorrida na manhã desta segunda-feira, 9 de janeiro. O ato foi realizado na Escola Municipal de Educação Infantil Professora Ângela Scipioni, no bairro Pomares.
Em sua fala, o secretário de Educação, vereador Sildo Cabreira, ressaltou que o local foi escolhido para a solenidade para simbolizar o compromisso da gestão com as comunidades urbanas mais necessitadas da presença do Poder Público. “Ao longo do governo, vamos procurar fazer com que as boas notícias da área escolar não sejam geradas somente nas escolas mais centrais, mas também nas escolas de nossas vilas e bairros. Por isso, fizemos questão de realizar esta abertura do ano letivo das creches aqui no Bairro Pomares, uma comunidade que costumava ser esquecida, além de enaltecer a memória da inesquecível educadora que dá nome à escola, nossa saudosa professora Ângela Scipioni, que foi secretária de Educação em outra gestão do prefeito Rossano, e uma grande inspiração para o programa do novo governo”, salientou o secretário.
Em sua manifestação, o prefeito Rossano ressaltou o empenho da equipe da Secretaria de Educação em garantir o retorno das atividades nas creches em menos de dez dias da nova gestão. “Apesar da situação precaríssima em que se encontra, a secretaria trabalhou incansavelmente para atingir este objetivo que determinamos, para garantir que os pais de família de nossa cidade possam trabalhar tranquilamente sabendo que seus filhos estão acolhidos em um ambiente saudável e dinâmico, que favoreça o desenvolvimento da criança em todos os sentidos”, assinalou. 
Ao final do ato, o morador do bairro Pomares, questionou o prefeito sobre as melhorias que o bairro necessita, e ouviu do Chefe do Executivo a garantia de interesse em aplicar, no local, um programa de regularização fundiária, para dar aos moradores de áreas invadidas a escritura definitiva, e conseguir, a partir disso, realizar investimentos e novos equipamentos públicos no local. “O fato de estarmos aqui, já demonstra que não vamos nos esquecer do Pomares, nem dos demais bairros da nossa comunidade”, assinalou Rossano.