Preencha seu cadastro e um consultor vai até você

Image and video hosting by TinyPic

Primeira carga de carne gabrielense embarca para os EUA

A última quinta-feira, 2, entra para a história como o dia em que a pecuária gabrielense marcou o ingresso da carne gaúcha em um dos mercados mais exigentes do mundo. Nesta data, dois contêineres com 52 toneladas de carne bovina “in natura” embarcaram rumo aos Estados Unidos, provenientes do Frigorífico Marfrig, unidade de São Gabriel.
O presidente do Sindicato Rural de São Gabriel e vice-presidente da Farsul, Tarso Teixeira, foi enfático ao celebrar a ocasião. “Trata-se da melhor notícia para a bovinocultura da região da Campanha Gaúcha nos últimos cinqüenta anos”, assinalou. 
O embarque dos contêineres para o mercado norte-americano foi precedido de uma longa tramitação burocrática, iniciada em setembro do ano passado, quando o ministro da Agricultura do presidente Michel Temer, senador Blairo Maggi, abriu as tratativas com a Secretária de Comércio dos Estados Unidos, Penny Pritzler, ainda no governo Obama. A aprovação das tratativas comerciais, entretanto, só aconteceria bem mais tarde, já na gestão de Wilbur Ross, secretário de Comércio do presidente Donald Trump. “O esforço de todos, do governo brasileiro, da classe produtora, do frigorífico, do Município que mantém o convênio para a fiscalização e garantia do Selo de Inspeção Federal, foi recompensado. O mercado americano, além de ser altamente promissor, é uma referência importante para outros mercados rentáveis, como o da Europa, Japão e México, entre outros”, explica Tarso.
Teixeira ressalta que esta conquista é o coroamento de anos de luta em favor do desenvolvimento da bovinocultura de corte da região. “Eu que sempre atuei em favor da bovinocultura, como diretor industrial da antiga Cooperativa Rural Gabrielense, e anos mais tarde como presidente da Cooperativa Rio Vacacaí (Cooriva), fundamental para a existência do Marfrig hoje em São Gabriel, fico profundamente feliz com essa notícia, que vai proporcionar melhoria da remuneração do produtor, e onde há mais renda, há mais progresso. A comunidade produtora e pecuarista de São Gabriel está de parabéns”, assinalou Tarso Teixeira.