Últimas notícias

Terceirona Gaúcha segue indefinida e pode ser cancelada em 2018

Adiada já uma vez em 15 de abril, a estreia da Terceirona Gaúcha segue sem ter uma definição. A data marcada pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF) é para este fim de semana, dias 28 e 29. No entanto, nesta quarta-feira, o presidente da entidade, Francisco Novelletto (foto), ainda tentava buscar alternativas para que os primeiros jogos ocorram. Toda essa indefinição se deve à dificuldade das equipes em conseguir todos os documentos e liberações exigidas para os seus estádios, como os alvarás sanitário, da Brigada Militar, dos bombeiros e de engenharia. Representante da região na competição, a Sociedade Esportiva e Recreativa (Ser) Cruz Alta garante que já enviou todos os documentos para o mandatário do futebol gaúcho e tem o Estádio do Morro dos Ventos Uivantes liberado para a estreia, contra o Elite.
Além dessas questões documentais exigidas por lei, Novelletto salienta que todas as 10 equipes que seguem na disputa têm pendências, sejam elas multas para o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), outros impostos ou a própria questão dos estádios. Por isso, o presidente da FGF diz que não tem nada definido sobre a competição.
"Ainda não está confirmada (a competição). A maioria não tem alvarás, ou tem dívidas com o TJD e impostos não recolhidos. Todos têm alguma coisa dessas três. Amanhã (quinta) ainda vamos ter outra reunião para ver se tiramos do campeonato quem não estiver em condições ou pode nem sair o campeonato. Amanhã sai uma decisão à tarde", explica Novelletto.
No final do ano passado, a FGF assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público para garantir que todos os estádios de clubes filiados cumpram as normas estabelecidas pela Portaria 290 do Ministério do Esporte. Em caso de descumprimento, a multa à federação está estipulada em R$ 100 mil por jogo. Mesmo assim, a FGF ainda tenta uma negociação com o MP para que a Terceirona comece sem todas as exigências. Por enquanto, de acordo com a federação, somente Gaúcho, de Passo Fundo, Rio Grande, e Real, de Capão da Canoa, estão com os estádios em dia. Além disso, dois clubes desistiram da participação nas últimas semanas: Santa Rosa e Novo Horizonte, de Esteio.

Nenhum comentário